Notícias

Verde em recuperação

Começa a desafetação do Parque Estadual da Serra do Mar, no entorno da Rodovia Anchieta, área ocupada há mais de 30 anos

Redação ((o))eco ·
6 de janeiro de 2010 · 15 anos atrás

Começou em meados de dezembro a transferência das famílias que vivem no Parque Estadual da Serra do Mar, no entorno da rodovia Anchieta, que liga a capital à Baixada Santista. A medida faz parte de um plano da Secretaria Estadual do Meio Ambiente para restaurar áreas de antigas ocupações e que hoje imprimem na Unidade de Conservação um desenho em retalhos.  Nesta primeira etapa de desocupação foram retiradas 20 famílias da região de São Bernardo do Campo, realocadas em moradias do CDHU no mesmo município.

As casas já foram demolidas e, segundo a SMA, em fevereiro deve começar a recuperação ambiental da área, com plantio de quatro mil mudas de espécies nativas. No final de janeiro deve começar a transferência de mais 800 famílias. O objetivo da secretaria é remover do parque, até 2012, 5.350 famílias no total, dos bairros Cota 400, 200, Água Fria, Pilões, Sítio Queiroz e Pinhal do Miranda. Como as populações não são tradicionais ou ribeirinhas, não haverá compensação ou indenização e os moradores terão de pagar pelas novas casas.

 

Entenda melhor o assunto em:
As cicatrizes no verde da Serra do Mar

Leia também

Análises
19 de julho de 2024

Transespinhaço: a trilha que está nascendo na única cordilheira do Brasil

Durante 50 dias e 740 quilômetros a pé, testei os caminhos da Transespinhaço em Minas Gerais, de olho nos desafios e oportunidades para esta jovem trilha de longo curso

Notícias
19 de julho de 2024

Indústria da carne age para distrair, atrasar e inviabilizar ação climática, diz relatório

Trabalho de organização europeia analisou 22 das maiores empresas de carne e laticínios em quatro continentes

Salada Verde
19 de julho de 2024

Amazônia é mais destruída pelo consumo nacional do que pelas exportações

Consumo e economias das grandes cidades do centro-sul são o principal acelerador do desmatamento da floresta equatorial

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.