Notícias

Verde em recuperação

Começa a desafetação do Parque Estadual da Serra do Mar, no entorno da Rodovia Anchieta, área ocupada há mais de 30 anos

Redação ((o))eco ·
6 de janeiro de 2010 · 13 anos atrás

Começou em meados de dezembro a transferência das famílias que vivem no Parque Estadual da Serra do Mar, no entorno da rodovia Anchieta, que liga a capital à Baixada Santista. A medida faz parte de um plano da Secretaria Estadual do Meio Ambiente para restaurar áreas de antigas ocupações e que hoje imprimem na Unidade de Conservação um desenho em retalhos.  Nesta primeira etapa de desocupação foram retiradas 20 famílias da região de São Bernardo do Campo, realocadas em moradias do CDHU no mesmo município.

As casas já foram demolidas e, segundo a SMA, em fevereiro deve começar a recuperação ambiental da área, com plantio de quatro mil mudas de espécies nativas. No final de janeiro deve começar a transferência de mais 800 famílias. O objetivo da secretaria é remover do parque, até 2012, 5.350 famílias no total, dos bairros Cota 400, 200, Água Fria, Pilões, Sítio Queiroz e Pinhal do Miranda. Como as populações não são tradicionais ou ribeirinhas, não haverá compensação ou indenização e os moradores terão de pagar pelas novas casas.

 

Entenda melhor o assunto em:
As cicatrizes no verde da Serra do Mar

Leia também

Reportagens
17 de agosto de 2022

Indústria madeireira concentra exploração em apenas 2% das espécies disponíveis na Amazônia

O Brasil comercializou 998 tipos diferentes de madeira provenientes da Amazônia entre 2007 a 2020, mas, apesar desta abundância, a indústria madeireira no país está concentrada na exploração ao esgotamento de apenas 15 a 20 espécies (2%). Isso é o que mostra a mais recente edição do Boletim Timberflow, estudo sobre a cadeia da madeira

Salada Verde
16 de agosto de 2022

Brasil volta às urnas sem a opção de “candidatura verde” em 2022

A lacuna de candidaturas ligadas às propostas ambientais ocorre mesmo com a pauta do meio ambiente sendo uma das mais debatidas pela sociedade

Notícias
16 de agosto de 2022

Alvo de imbróglio jurídico, Parque Cristalino II perde quase 900 hectares em queimada ilegal

Ainda não é possível dizer se incêndio foi intencional, mas organizações alertam para “coincidência” entre fato e decisão da justiça pela extinção da unidade

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta