Notícias

Mapa global das áreas degradadas

Levantamento do World Resources Institute aponta que existem 1 bilhão de hectares de terras com oportunidade de recuperação para a agricultura.

Redação ((o))eco ·
22 de novembro de 2010 · 13 anos atrás

O World Resources Institute (WRI) lançou na semana passada uma iniciativa em parceria com o Projeto de Florestas Tropicais do Príncipe de Gales para incentivar a recuperação de terras degradadas com florestas e agricultura. O mapa abaixo feito pelo WRI com a Universidade de Dakota do Sul identificou 1 bilhão de hectares de terras ao redor do mundo, uma área superior ao território brasileiro, com potencial de recuperação.

Baixe aqui imagem do mapa em alta resolução

Tradução das legendas: Um Mundo de Oportunidade.
O Mapa Mundi visto pela perpectiva da restauração florestal. Áreas com maior probabilidade de oportunidades de restauração florestal
(1a legenda verde)Restauração em larga escala de áreas de floresta que estão atualmente degradadas, com bosques de densidade reduzida ou desmatadas. Elas têm baixa densidade populacional e não são usadas para agricultura. De alguma forma estão concentradas.
(2a legenda verde claro)Restauração no modelo mosaíco de áreas degradadas ou desmatadas, principalmente áreas de bosques. Elas não são usadas para produção agrícola. A densidade populaciona, mas o uso da terra não é intenso ou não conhecido
(Legendas amarela) Áreas com baixa probabilidade de oportunidade de restauração florestal.
(1a legenda amarela) Restauração de escala-mosaico em paisagem desmatada dominada por agricultura irrigada
(2a legenda amarela clara) Restauração de escala mosaico com paisagem desmatada com culturas não irrigadas.

Leia também

Reportagens
21 de fevereiro de 2024

Sem a Fundação Zoobotânica, RS completa 10 anos sem divulgar lista de espécies ameaçadas

Sob críticas de ambientalistas e sem interessados, governo do estado insiste na concessão privada das instituições que eram coordenadas pela FZB

Notícias
21 de fevereiro de 2024

MS: lei do Pantanal entra em cena com seca histórica do Rio Paraguai

Normativa restringe atividades produtivas e protege formações naturais buscando associar desenvolvimento e conservação

Notícias
20 de fevereiro de 2024

Novos dados confirmam que destinação do lixo piorou sob Bolsonaro

Gestão recebeu 24,4% de resíduos despejados inadequadamente e entregou percentual de 26,2%; estabelecimentos inadequados saltaram de 72,2% para 77,6% do total

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 1

  1. ELISEU joner diz:

    SE HOUVESSE UM INTERESSE GLOBAL REAL, MILHÕES DE HECTARES seriam recuperadas a cada dois anos.
    BASTA PROJETOS QUE NUNCA SAEM DAS GAVETAS PARA ALGO CONCRETO..como por exemplo, jogar
    bilhões de toneladas de material orgânico sobre o deserto do Saara. é caro? muito menor do que projetos mirabolantes de
    tudo que é tipo de órgão úblico que nunca sai dali….