Notícias

ANA abre edital para estudo de aquífero

Trabalho será para entender e proteger o aquífero Guarani, que ocupa área equivalente a dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Daniele Bragança ·
1 de julho de 2011 · 13 anos atrás
A Agência Nacional de Águas (ANA) abriu edital para contratação do “Estudo da Vulnerabilidade Natural à Contaminação e Estratégias de Proteção do Sistema Aquífero Guarani nas Áreas de Afloramento”, cujo objetivo é planejar medidas de proteção das águas subterrâneas, principalmente contra contaminação, do Sistema Aquífero Guarani (SAG).

Serão dois anos de trabalho que servirá de subsidio às decisões dos órgãos estaduais gestores dos recursos hídricos subterrâneos que fazem parte do SAG.

As inscrições irão até o dia 2 de agosto. As empresas interessadas que atenderem às exigências do edital poderão enviar suas propostas para participar da licitação na modalidade de concorrência.

O estudo abrange as áreas de afloramento do SAG, regiões onde o aquífero aparece à superfície do terreno – e que ocupam um território que equivale aproximadamente a soma das áreas de Rio de Janeiro e Espírito Santo: 87.400 km². Tais áreas englobam parte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O Aquífero Guarani é considerado a segunda maior reserva de água doce do mundo e também abrange parcialmente Argentina, Paraguai e Uruguai.

O trabalho deverá não só avaliar e rastrear as fontes potenciais de poluição, mas também propor estratégias de uso e proteção das águas SAG, incluindo propostas de áreas de proteção de aquíferos e perímetros de proteção de poços de abastecimento, visando à proteção da qualidade das águas subterrâneas, como previsto na Agenda de Águas Subterrâneas da ANA.

Click aqui para ler o edital.
 
Saiba Mais

Mapa esquemático do Sistema Aquífero Guarani

 

  • Daniele Bragança

    Repórter e editora do site ((o))eco, especializada na cobertura de legislação e política ambiental.

Leia também

Salada Verde
24 de maio de 2024

Comissão da Câmara aprova projeto que aumenta pena para crime ambiental na Amazônia

Proposta também inclui penalização de servidores e agentes públicos que se omitirem diante de tais crimes. Ascema vai avaliar conteúdo do texto

Notícias
24 de maio de 2024

Desastres ambientais afetaram 418 milhões de brasileiros em 94% das cidades, diz estudo

Levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostra que cada brasileiro enfrentou, em média, mais de duas situações de desastre entre 2013 e 2023

Salada Verde
24 de maio de 2024

A despedida da flor-de-maio 

A bela floração dessa espécie endêmica da Mata Atlântica dura de 15 a 20 dias e ocorre somente uma vez por ano

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.