Notícias

Projeto Golfinho Rotador completa 21 anos

Um dos projetos ambientais mais bem sucedidos do país chega à maioridade com sucesso em unir conservação e turismo. Mas os desafios para se proteger a espécie permanecem.

Gustavo Faleiros ·
31 de agosto de 2011 · 10 anos atrás
Milhares de pessoas visitam todos os anos as praias de Fernando de Noronha e se emocionam com os saltos dos golfinhos (foto José Martins/divulgação)
Milhares de pessoas visitam todos os anos as praias de Fernando de Noronha e se emocionam com os saltos dos golfinhos (foto José Martins/divulgação)
Nestes anos todos, cerca de 232 mil turistas visitaram os pontos de avistamento de golfinhos. De acordo com a coordenação do projeto, 45 cursos profissionalizantes foram feitos com os moradores de Noronha. O projeto é coordenado pelo Centro de Mamíferos Marinhos, do Instituto Chico Mendes e patrocinado pela Petrobrás.

A maior conquista celebrada pelo projeto é que desde 1990, quando foi de fato iniciado, a população de golfinhos na ilha permanece a mesma. No entanto, o número de embarcações em Fernando de Noronha tem causado impactos. “Entre 1991 e 2005, os golfinhos ocupavam a Entre Ilhas em 30% dos dias do ano; enquanto que em 2006 e 2007, essa frequência passou a ser de 50% dos dias do ano. Em 2008 e 2009, esse percentual subiu ainda mais: 90% dos dias. Em 2010 e 2005, já temos golfinhos-rotadores descansando na região ‘Entre Ilhas’ em 95% dos dias, enquanto na Baía dos Golfinhos o tempo de permanência caiu para menos de 3 horas por dia em média, contra 8 horas nos primeiros 10 anos do Projeto Golfinho Rotador.”, diz trecho de relatório enviado a ((o))eco por Martins

Abaixo fotos em comemoração aos 21 anos do Projeto Golfinho-Rotador 

 

  • Gustavo Faleiros

    Editor da Rainforest Investigations Network (RIN). Co-fundador do InfoAmazonia e entusiasta do geojornalismo. Baterista dos Eventos Extremos

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta