Notícias

Expedição Tapajós revela fauna ameaçada por hidrelétrica

Expedição do Instituto Chico Mendes fez o mais amplo levantamento já realizado na região do maior mosaico de unidade de conservação da Amazônia e onde se pretende construir nova hidrelétrica

Redação ((o))eco ·
2 de dezembro de 2011 · 13 anos atrás
As matas na bacia do Tapajós. Vão resistir à chegada de nova hidrelétrica? Foto: Leonardo Milano.

No maravilhoso rio Tapajós, formado da confluência dos rios Juruena e Teles Pires não é diferente. Ali está em processo de licenciamento a usina de São Luiz do Tapajós, com capacidade de geração de cerca de 6,1 mil MW.

Entre os dias dias 19 de setembro e 9 de outubro, o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais (Cepta), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizou uma expedição bem nas corredeiras São Luiz do Tapajós, próximo a Itaituba, estado do Pará. Ali está o maior mosaico de unidades de conservação da Amazônia. A expedição fez o primeiro levantamento dos peixes e seus parasitas na região.

A diversidade da ictiofauna é incrível: foram capturadas e identificadas 160 espécies. Mas o total deve passar de 250 espécies já que muitas foram levadas para identificação posterior .

O fotógrafo da expedição Leonardo Milano e o ICMBIO gentilmente cederam estas fotos coletadas durante o trabalho dos pesquisadores.

A expedição foi acompanhada por uma equipe da EPTV e a reportagem será exibida no Globo Repórter desta sexta. 

Leia também

Blog da Expedição Juruena 

Fotografia: o Juruena que não volta mais 
Majestosos Rios da Amazônia 

Leia também

Notícias
19 de junho de 2024

Coletivos de jovens repudiam falta de participação em evento preparatório do G20, em Belém

Para ativistas, como resultado das falhas de organização oficial do evento, houve pouca representatividade de jovens em plenárias realizadas esta semana na capital paraense

Reportagens
19 de junho de 2024

Fenômenos naturais ameaçam de extinção quase 4 mil espécies terrestres

Estudo inédito revela que terremotos, furacões, tsunamis e vulcões colocam em risco cerca de 10% das espécies de vertebrados terrestres do mundo, principalmente em ilhas e regiões tropicais

Notícias
19 de junho de 2024

Governo reforça que pedirá volta do exterior das ararinhas comprovadamente brasileiras

Medida depende igualmente de questões como negociações diplomáticas e arranjos logísticos entre os países envolvidos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.