Notícias

O venenoso Peixe-leão é encontrado no Brasil

Mergulhadores encontraram o exemplar no sábado. Pesquisadores conseguiram capturar o animal na terça. Espécie ameaça peixes locais.

Redação ((o))eco ·
16 de maio de 2014 · 9 anos atrás
Foto: Queiroz Diiver/AMA
Foto: Queiroz Diiver/AMA
No último sábado (10), mergulhadores encontraram um exemplar do peixe-leão (Pterois volitans) em Arraial do Cabo, na região dos lagos, no Rio de Janeiro. Na terça, pesquisadores realizaram uma operação para capturar o animal que foi enviado ao Laboratório de Ecologia e Conservação de Ambientes Recifais da Universidade Federal Fluminense (LECAR-UFF).

Dono de um apetite feroz, o Pterois volitans é originário da região oceânica do Indo-Pacífico que foi introduzido de maneira acidental nas ilhas do Caribe. Venenoso e sem predador no local, se transformou numa praga que dizimou (e dizima) centenas de peixes menores e crustáceos. Por isso, a notícia de que um exemplar tenha sido avistado na costa brasileira preocupa especialistas.

De acordo com a Associação das Empresas de Mergulho Recreativo, Turístico e de Lazer de Arraial do Cabo (AMA), cuja equipe participou da captura da espécie, o próximo passo é esperar o relatório que os pesquisadores da UFF farão para tentar identificar como o animal chegou no país e se ele é o único.

 

 

Leia Também
Peixe-leão é encontrado no Brasil
O ponto culminante da Holanda e o Rei que pode virar Rainha
Espécie em garrafa

 

 

 

Leia também

Reportagens
27 de janeiro de 2023

Apib representa criminalmente ex-presidente Jair Bolsonaro por omissão na proteção do território Yanomami

Além do ex-mandatário, o ex-presidente da Funai, Marcelo Xavier e a ex-ministra e atual senadora Damares Alves são citados. A ação destaca possível incentivo para invasões da área protegida

Notícias
27 de janeiro de 2023

Mauro Mendes quer “desfederalização” do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

É a primeira vez que um parque federal seria transformado em estadual no País, aponta Rede Pró-Unidades de Conservação. Alteração pode diminuir poder de acionar mecanismos de proteção

Notícias
27 de janeiro de 2023

Justiça federal e estadual avaliam três ações civis públicas contra Complexo Termelétrico em Macaé

Desabastecimento hídrico e poluição atmosférica estão entre as irregularidades apontadas pelo Instituto Arayara, que reivindica estudos fundamentais negligenciados no licenciamento

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta