Notícias

Caminhada pelo clima reúne quase 1 milhão em todo o mundo

No domingo, manifestantes se reuniram em cerca de 1,5 mil eventos para pressionar governos a se comprometerem com energia limpa.

Redação ((o))eco ·
22 de setembro de 2014 · 7 anos atrás

Marcha em Nova York reuniu 300 mil pessoas entre artistas, políticos e manifestantes. Foto: Avaaz.
Marcha em Nova York reuniu 300 mil pessoas entre artistas, políticos e manifestantes. Foto: Avaaz.

O domingo, 21 de setembro, foi dia em que centenas de milhares de pessoas se reuniram para marchar em prol do clima. Nova York, Berlim, Rio de Janeiro, São Paulo, Paris, Londres, Vancouver, Bogotá e Melbourne estão entre as cidades em que multidões participaram da Marcha promovida pela ONG Avaaz e mais de 1.200 organizações não-governamentais ao redor do mundo. O objetivo da marcha é pressionar autoridades que se reunirão nesta terça-feira (23) na Cúpula de Líderes pelo Clima, na ONU, a se comprometer a adotar fontes de energia não poluentes até 2050.

Num dia chuvoso de fim de inverno, no Rio de Janeiro mais de 4 mil pessoas caminharam na orla de Ipanema, (veja fotos). Em Nova York a marcha reuniu 300 mil pessoas. Ban Ki-Moon, secretário-geral da ONU, participou da caminhada, num esforço de trazer a mobilização da opinião pública para a Cúpula do Clima. Essa reunião servirá como prévia para a Conferência das Partes da Convenção de Mudanças Climáticas (COP), que esse ano ocorrerá em Lima, no Peru, em novembro.

Em mais de 161 países aconteceram pequenas manifestações pedindo o fim dos subsídios a energia fóssil e que os governos se comprometam a adotar fontes de energia 100% limpas até 2050.

 

 

Leia Também
Rio: preparativos para a caminhada pelo Clima
Brasil, entre o berço esplêndido e caos climático
Mudanças do clima reduzem produção de alimentos

 

 

 

Leia também

Reportagens
26 de outubro de 2021

De olho na COP-26, governo lança Programa de Crescimento Verde

Especialistas classificam iniciativa como vazia e retórica. Com desmatamento em alta e falta de políticas de controle, Brasil não terá nada de relevante para levar a Glasgow

Salada Verde
26 de outubro de 2021

Governo atualiza lista de municípios que mais desmatam a Amazônia

União do Sul (MT), Santana do Araguaia (PA) e Ulianópolis (PA) estão na lista de municípios críticos. Os três mais que dobraram a área desmatada entre 2019 e 2020

Reportagens
26 de outubro de 2021

Assim como desmatamento, exploração madeireira avança pelo norte de Rondônia

Divisa entre RO, MT e AM é conhecida como a “nova fronteira do desmatamento”. Do total explorado no estado, em ao menos 5 mil hectares e retirada de madeira foi feita de forma ilegal

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta