Notícias

O leopardo-das-neves está numa fria

O homem é o único predador deste animal. Caça, perda de habitat e mortes por retaliação são as principais causas do risco de extinção da espécie.

Redação ((o))eco ·
31 de outubro de 2014 · 7 anos atrás

Leopardo-das-neves ([i]Panthera uncia[/i]) no Zoológico de Nuremberg. Foto:
Leopardo-das-neves ([i]Panthera uncia[/i]) no Zoológico de Nuremberg. Foto:

O leopardo-das-neves (Panthera uncia) é uma espécie de felino nativa das grandes montanhas da Ásia Central. São encontrados em 12 países, incluindo China, Butão, Nepal, Índia, Paquistão, Afeganistão, Rússia e Mongólia. Um parente próximo do tigre (Panthera tigris), a sua população global atualmente está entre 4,080-6,590 indivíduos. Suspeita-se que nos últimos 16 anos, a população tenha sido reduzida em pelo menos 20%, devido à perda de habitat e de fontes de alimentos causados pelas mudanças climáticas, à caça ilegal e conflitos com humanos. Leopardos-da-neve são frequentemente mortos por fazendeiros locais porque elas predam animais como ovelhas, cabras, cavalos e iaques. Embora protegida em todos os países onde é encontrada, as medidas de conservação da espécie esbarram na falta geral de consciência das populações destes países. A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN classifica a espécie como ‘Em Perigo de Extinção‘.

 

 

Leia Também
Rinoceronte-negro: o tempo está se esgotando
Peixe-Napoleão: o protetor em perigo de extinção
Bonobos: nome engraçado, destino nem um pouco

 

 

 

Leia também

Reportagens
25 de novembro de 2021

Morcegos são a salvação da lavoura (de milho) no Distrito Federal

Os mamíferos alados poupam o bolso de produtores ao devorarem lagartas e outros insetos que atacam os cultivos. Animais ainda são vistos com temor, agredidos e mortos na cidade e no campo

Reportagens
25 de novembro de 2021

ICMBio passa a aceitar permanência de tradicionais em unidades de conservação de proteção integral

Novo posicionamento, tomado a partir de recomendação da Advocacia Geral da União, divide opinião de especialistas. 83% das UCs deste grupo serão afetadas

Salada Verde
24 de novembro de 2021

Adiada votação do PL que proíbe uso de arma de fogo por fiscais ambientais

Relator pede rejeição da proposição. Projeto resgata proposta do então deputado Jair Bolsonaro de tirar o porte de fiscais ambientais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta