Notícias

Mapinguari: HQ reflete sobre a realidade dos seringueiros na Amazônia

História em quadrinhos narra a jornada de um jovem seringueiro no interior do Acre que se vê em conflito com suas próprias raízes e redescobre a floresta e seus valores

Bruna Martins ·
12 de novembro de 2021

Mapinguari, história em quadrinhos que tem como título a lendária criatura que protege a Floresta Amazônica dos caçadores, traz em um visual deslumbrante uma narrativa que reflete a realidade dos trabalhadores da floresta, os seringueiros. Além disso, a HQ, escrita por André Miranda e ilustrado por Gabriel Góes, também aborda questões como proteção ambiental, folclore e cultura indígena. A revista foi publicada pela FTD Educação em parceria inédita com o WWF-Brasil.

A trama é baseada no Seringal Santo Antônio, no interior do Acre, e gira ao redor do personagem José, filho do líder seringueiro que deixou sua comunidade para trabalhar na capital, Rio Branco. Uma história que aqueles que não moram em centros urbanos devem conhecer bem. 

José passa a trabalhar em uma empresa que atua na compra e venda de terras da comunidade em que cresceu e que assedia moradores de sua terra natal. Isso põe o protagonista em um dilema e conflito entre suas raízes e seu projeto de vida pessoal. Ao retornar para o seringal, José redescobre a história de sua família e os valores locais – o folclore, o movimento seringalista, a cultura indígena e as riquezas da floresta amazônica. Numa narrativa conduzida sobre a fina linha que separa realidade, mito e sonho, o ser lendário Mapinguari simboliza os mistérios incompreensíveis pela marcha do progresso que incendeia a mata.

“Desigualdade social no campo e na cidade, a devastação da Amazônia, as formas sustentáveis de economia, a relação do país com seus povos indígenas – em um enredo absolutamente literário, criação do roteirista de cinema André Miranda”, resume Bruno Rodrigues, editor de texto da FTD Educação.

Ele ainda acrescenta como a história desenvolve uma narrativa verdadeira e profunda, na qual os leitores podem se relacionar: “Brasil profundo não é mera expressão aqui; esta é uma história de raízes, desenraizamentos e novos enraizamentos. No coração da Amazônia acontece a história do protagonista José, que vive um dilema com o qual o leitor pode se identificar e aprender”.

“Mapinguari”

Autor: André Miranda

Ilustrador: Gabriel Góes

160 páginas

Preço: R$45,00

Disponível para compra na página da FTD Educação

  • Bruna Martins

    Jornalista em formação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Leia também

Reportagens
11 de novembro de 2021

A saga dos Nawa, declarados extintos que sobrevivem e lutam contra o silenciamento e por seu território

Indígenas batalham pelo reconhecimento étnico e escancaram a dificuldade de garantir o bem-viver em seu lugar ancestral. Segunda maior cidade do Acre foi fundada na apropriação da identidade do povo tradicional

Notícias
12 de novembro de 2021

Desmatamento bate recorde em outubro e expõe vazio dos discursos do Brasil na COP

O mês de outubro registrou 877 km² de área desmatada na Amazônia, alta de 5% e patamar mais alto para o mês desde 2015

Reportagens
10 de setembro de 2017

Um caminho pelos significados da palavra socioambiental na Floresta Amazônica

Travessia de 90 quilômetros na Reserva Extrativista Chico Mendes revela outros lados e histórias da Amazônia sem maquiar a realidade cruel do desmatamento

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta