Salada Verde

Pinguelli alerta Lula sobre Código Florestal

As mudanças propostas ao Código Florestal suscitam preocupação de secretário-executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas.

Redação ((o))eco ·
5 de julho de 2010 · 14 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O presidente da República recebeu na semana passada (1o de julho) uma carta do físico brasileiro Luiz Pinguelli Rosa, secretário-executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas.
 
Lula é alertado quanto às propostas de substitutivo ao Código Florestal brasileiro, apresentado pelo deputado federal Aldo Rebelo, que agora encontra-se em tramitação na Comissão Especial da Câmara dos Deputados. Pinguelli alerta o presidente em relação as inquietações de organizações parceiras do Observatório do Clima que, avaliando a proposta, acreditam que a mesma não solucionará problemas ambientais brasileiros, porém irá agravá-los.

A carta observa que medidas não permitirão ao Brasil realizar metas de mitigação de gases de efeito estufa e redução do desmatamento, criadas  na 15ª Conferência das Partes da Convenção da ONU sobre Mudança do Clima (UNFCCC), realizada em Copenhague (Dinamarca), em 2009.

Leia a carta na íntegra:
 
“Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas

Ao Exmo. Presidente da República Senhor Luiz Inácio Lula da Silva
 
Comunico a V. Excia que a Secretaria Executiva do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas recebeu das organizações signatárias do Observatório do Clima, carta manifestando suas inquietações frente à proposta de substitutivo ao Código Florestal Brasileiro, apresentado pelo Deputado Aldo Rebelo, em tramitação na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, criada para este fim.

Na avaliação dessas entidades as medidas propostas não se coadunam com as metas brasileiras de mitigação de gases de efeito estufa vinculadas ao Uso da Terra – em especial sobre a redução do desmatamento – levadas à 15ª Conferência das Partes da Convenção-quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), realizada em Copenhague (Dinamarca), em dezembro 2009, e incorporadas a Política Nacional sobre Mudança do Clima, Lei Federal nº 12.187/2009.
 
O Observatório do Clima entende que o texto, caso aprovado, irá contribuir para o aumento do desmatamento em todo o território nacional, uma vez que, segundo avaliação dessas entidades, anistiará o desmatamento ilegal registrado até 22 de junho de 2008, além de isentar de reservas legais as propriedades rurais de até 04 módulos fiscais.
 
Preocupa também o estabelecimento de um período de 05 anos destinado a regularização voluntária, com suspensão de multas, até que governos Estaduais implementem seus planos de regularização ambiental. Como forma de cumprir seus objetivos institucionais este Fórum irá promover a discussão das vinculações das propostas assentadas ao Código Florestal Brasileiro e seus rebatimentos na Política e no Plano Nacional sobre Mudança do Clima.

Atenciosamente

Luiz Pinguelli Rosa, Secretário do executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas”

Leia também

Notícias
12 de julho de 2024

Aprovado, PL do hidrogênio abre brechas para alta emissão de carbono, alertam ONGs

Nota da Coalizão Energia Limpa e do Observatório do Clima critica aumento do limite de emissões e risco de utilização de combustíveis fósseis na produção do hidrogênio; projeto vai à sanção

Notícias
12 de julho de 2024

Rios amazônicos recebem 182 mil toneladas de plástico por ano

Bacia Amazônica já é a segunda bacia hidrográfica mais poluída do mundo, alertam pesquisadores

Salada Verde
12 de julho de 2024

Indígenas se reúnem para discutir restauração ecológica

Técnicas desses povos para recuperar ambientes naturais podem ser incorporadas em políticas públicas nacionais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.