Salada Verde

Resgatado primeiro peixe-boi de 2011

Encontrado às margens do rio Negro, filhote desgarrado da mãe tem 87 centímetros de comprimento e 11 quilos. Foi levado aos tanques do INPA. 

Redação ((o))eco ·
4 de janeiro de 2011 · 13 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Veja mapa interativo com localização do resgate


Visualizar Filhotes de peixe-boi 2011 em um mapa maior

Manaus – O primeiro filhote de peixe-boi (Trichechus inunguis) resgatado no ano chegou aos tanques do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) no início da tarde do primeiro dia útil do ano, 3 de janeiro. É uma fêmea com 87 centímetros de comprimento e 11 quilos, que ainda tem a pele aveludada de filhotes recém-nascidos. A idade estimada pelos biólogos: menos de 1 mês. É um animal saudável e bem alimentado, o que leva os pesquisadores a acreditar que foi separada da mãe há pouco tempo.

A pequena fêmea foi encontrada na margem do Rio Negro, perto da comunidade de Cacau-Pirêra, Iranduba, pelo condutor de lancha Elias Gomes Lima. Ele abria caminho para a voadeira (barco) entre as plantas aquáticas que estavam na praia, quando viu o filhote. “Pensei que fosse uma cobra enrolada, mas depois voltei e vi ela encalhada e ouvi ela chorando”, afirma Elias Lima. “Nunca tinha visto um bicho destes”, completa.

Foi levada ao Inpa em uma viatura do Batalhão Ambiental da Polícia Militar e agora está em quarentena em um tanque do Inpa, que agora mantém 39 peixes-bois em cativeiro. A fêmea foi alimentada e passa por uma quarentena, para se adaptar ao cativeiro. No ano passado, 13 peixes- bois foram resgatados pela Associação Amigos do Peixe-boi (Ampa), que atua em convênio com o Laboratório de Mamíferos Aquáticos do INPA.

Veja mapa interativo dos peixe bois resgatados em 2010

Mas para os biólogos, o resgate significa que os animais estão sendo retirados da natureza, o que deve ser evitado. “O nosso objetivo não é colecionar exemplares da espécie”, afirma o diretor da Ampa, Jone César Silva. Jone César orienta a quem encontrar um filhote de peixe-boi a observar por alguns minutos se a mãe está por perto. Se a mãe não for vista, é preciso entrar em contato com órgão ligados ao meio ambiente para fazer o resgate. “Caso contrário, orientamos que devolva o animal imediatamente para a natureza para que ele possa exercer sua função no ecossistema”, ressalta o diretor da Ampa. (Vandré Fonseca)

 

Leia também
Quinze filhotes de peixe boi resgatados este ano
Matança nas águas do Amazônia

Leia também

Reportagens
24 de junho de 2024

Projetos aprovados no Congresso obrigam municípios a considerar as mudanças climáticas

Aprovados nas últimas duas semanas, projetos de lei que estabelecem diretrizes para planos de adaptação climática e resiliência urbana vão à sanção presidencial

Análises
24 de junho de 2024

É preciso estar atento aos rumos do plástico

Defendemos metas globais de redução da produção de plástico para proteger a saúde humana e ambiental. É urgente considerarmos os riscos que esse material apresenta às populações atuais e do futuro, respeitando os limites dos diferentes ambientes e do planeta

Salada Verde
21 de junho de 2024

Postura de Mauro Mendes faz ICV finalizar parceira em projeto ambiental em MT

Organização cita falta de comprometimento do governador com pautas ambientais no estado. Projeto era voltado ao enfrentamento da crise climática

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.