Salada Verde

75% dos corais ameaçados de extinção

Situação pode se agravar até 2030. Análise global sobre recifes de corais é a maior já realizada e uniu 25 organizações e dezenas de cientistas. 

Redação ((o))eco ·
21 de março de 2011 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Daniele Bragança

Heliofungia actiniformis: espécie que sustenta muitas outras, como uma conhecida como camarão pipoca Periclimenes kororensis (na foto em vermelho) e outras espécies de peixes que vivem nos tentáculos. Foto: Wolfgang Krutz.
Heliofungia actiniformis: espécie que sustenta muitas outras, como uma conhecida como camarão pipoca Periclimenes kororensis (na foto em vermelho) e outras espécies de peixes que vivem nos tentáculos. Foto: Wolfgang Krutz.
O relatório “Reefs at Risk Revisited”, elaborado por 25 organizações ambientais e centenas de cientistas, identificou 27 países mais vulneráveis à degradação dos recifes de coral, o Brasil entrou na lista.

Os nove países mais vulneráveis são: Haiti, Granada, Filipinas, Ilhas Comores, Vanuatu, Tanzânia, Kiribati, Ilhas Fiji e Indonésia.

O desenvolvimento costeiro, a poluição dos mares e a sobrepesca são algumas das pressões locais que ameaçam cerca de 60% dos recifes de corais.

Se nada for feito, a estimativa é que o percentual de recifes ameaçados salte de 75% para 90% em 2030 e para quase todos os recifes em 2050.

Somente a pesca, aumentou o impacto nos recifes em 30% desde 1998. No relatório, também foram incluidas as ameaças das mudanças climáticas, como o aquecimento dos oceanos, que causa branqueamento dos corais, e o aumento da acidificação dos oceanos, devido ao dióxido de carbono.

“Os recifes de coral mantem estáveis nossos suprimentos alimentares e produzem compostos para encontrar soluções em medicamentos para o câncer, doenças cardíacas e HIV. Quando garantimos a preservação dos recifes, garantimos também o futuro dos humanos”, explica Mark Spalding, cientista marinho sênior da TNC e principal autor do relatório.

O relatório está sendo lançado pelo World Resources Institute (WRI), juntamente com a ONG The Nature Conservancy (TNC), o Centro WorldFish, a International Coral Reef Action Network, Global Coral Reef Monitoring Network (GCRMN) e o Centro Mundial de Monitoramento da Conservação do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Clique aqui para baixar o relatório, que esse ano inclui recomendações para proteger os recifes.

Leia também:

Os corais mais ameaçados do planeta
Corais de proveta


Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta