Salada Verde

Israel usa esterco de gado para produzir energia

Maior usina de biogás do país, a Be’er Tuviya atenderá cerca de 6 mil lares e evitará a poluição causada pelo despejo inadequado de dejeto.

Redação ((o))eco ·
7 de março de 2013 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
 
Produção de energia a partir do esterco abastecerá 6 mil casas em Israel. Foto: Indea/MT
Produção de energia a partir do esterco abastecerá 6 mil casas em Israel. Foto: Indea/MT

Para que serve o esterco de gado além de fertilizante? Em Israel, os dejetos desses animais serão usados como matéria-prima para a geração de energia elétrica. A usina de biogás Be’er Tuviya, de propriedade da Eco Energy, entrou em operação na última segunda-feira (04) e usará o metano do esterco para gerar energia para cerca de 6 mil casas.

Funciona da seguinte maneira, os dejetos serão coletados e transportados em contêineres fechados. Após o transporte, sofrerão processo de pasteurização e ficarão armazenados em tanques de concreto vedados para produzir gás metano. Essa é a forma de produzir eletricidade a partir do esterco. O que sobrar poderá ser utilizado como fertilizante. Serão utilizados os dejetos de 14 mil vacas, além de quase 15% dos dejetos de todas as fazendas de frango e laticínios de Israel.

Avaliada em 2, 6 milhões de dólares, a usina de biogás Be’er Tuviya é a maior do país e entrará em plena operação em alguns meses. A utilização do metano — um dos vilões do aquecimento global — na produção de energia é uma importante medida de cunho ambiental, pois evita que o gás seja liberado para a atmosfera. garante também que os dejetos do gado e das aves não serão despejados em lugares impróprios, além de evitar o acúmulo de moscas e odores.

Leia também

Reportagens
21 de maio de 2024

Crise climática e lacunas no conhecimento pioram risco de zoonoses

Enchentes no Rio Grande do Sul têm um aspecto epidemiológico importante, chamando atenção para o fato de sabermos muito pouco sobre os riscos reais de zoonoses no Brasil

Notícias
21 de maio de 2024

Países liberam rios para salvar peixes migradores

Declínio chega a 91% na América Latina, mas Brasil quer barrar ainda mais cursos d’água, sobretudo na Amazônia e no Cerrado

Notícias
21 de maio de 2024

Degradação florestal na Amazônia é a maior dos últimos 15 anos

Queimadas em Roraima foram responsáveis pelo número. Desmatamento, por sua vez, continua em queda no bioma, mostra SAD, do Imazon

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.