Salada Verde

Força Nacional ficará em Belo Monte por mais 6 meses

Cardozo prorroga o tempo de permanência da Força, que está desde março coibindo protestos contra a construção da 2ª maior usina do país.

Redação ((o))eco ·
11 de julho de 2013 · 9 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Canteiro de obras ocupado pela Força Nacional, em maio de 2013. Foto: Ocupação Munduruku/Flickr.
Canteiro de obras ocupado pela Força Nacional, em maio de 2013. Foto: Ocupação Munduruku/Flickr.

Com objetivo expresso de assegurar a continuidade das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, autorizou a prorrogação para que a tropa fique no local e evite que manifestantes invadam o canteiro de obras e paralisem a construção. A autorização foi publicada ontem no Diário Oficial da União.

Serão mais 180 dias, contados a partir do dia 24 de julho, quando vence o primeiro prazo para que a Força Nacional se retire.

A decisão foi tomada após pedido formal do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. A presença da Força Nacional é considerada essencial para o cumprimento do cronograma da obra.

Assim como o primeiro envio da tropa, em março, a atual portaria também poderá ser prorrogada, se o Ministério da Justiça achar necessário.

Leia também

Notícias
14 de janeiro de 2022

Thiago de Mello, conhecido como o “poeta da floresta”, morre aos 95 anos

Poeta e jornalista amazonense cantou em prosa e verso sua luta pela preservação da maior floresta tropical do mundo

Reportagens
14 de janeiro de 2022

Venenos usados na soja seguem prejudicando a produção de frutas no Rio Grande do Sul

Agrotóxicos contra pragas resistentes ao glifosato contaminam e destroem plantios de uvas e outras economias no estado. Questão aguarda decisão judicial há mais de 1 ano

Análises
14 de janeiro de 2022

Monitoramento do comércio de combustível de aviação ajuda no combate ao crime ambiental

Desregulamentação e desestatização não pode significar abandono total do controle da distribuição e revenda, sob risco de aumentar o descaminho do combustível e sua utilização em atividades criminosas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Diego diz:

    Onde assisto ao filme? O link já era…