Salada Verde

Ação do ICMBio na Rebio Tinguá combate prática irregular de off-road e apreende motos

Ação realizada pela equipe de fiscalização do ICMBio neste domingo (14) lavrou sete autos de infração que totalizam mais de R$7 mil em multa e apreendeu motos que praticavam o off road no interior da reserva

Duda Menegassi ·
16 de março de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Neste domingo (14), a Reserva Biológica do Tinguá, no estado do Rio de Janeiro, foi palco de uma operação realizada pela equipe de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para coibir a prática de off-road (veículos motorizados em trilhas) dentro da reserva. A operação, batizada de Passagem, resultou em sete autos de infração que totalizam mais de R$7 mil em multa, e na apreensão de motos. O off-road é proibido dentro da reserva biológica (Rebio), considerada de proteção integral e uso restrito à educação ambiental e pesquisa. A prática, além de ilegal, causa impactos como a abertura de trilhas na mata e a compactação do solo.

A Rebio do Tinguá faz parte do Núcleo de Gestão Integrada (NGI) do ICMBio Teresópolis, que reúne outras quatro unidades de conservação federais no estado: o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, as Áreas de Proteção Ambiental (APA) Petrópolis e Guapimirim e a Estação Ecológica da Guanabara.

 

Leia também

Vídeo: Por que devemos lutar pela preservação da Rebio do Tinguá? por Leandro Travassos

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Vídeos
22 de julho de 2018

Vídeo: Por que devemos lutar pela preservação da Rebio do Tinguá? por Leandro Travassos

Protetora de uma riqueza biológica única, a Reserva Biológica do Tinguá também é fundamental para o equilíbrio hídrico da região metropolitana do Rio de Janeiro

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Notícias
19 de outubro de 2021

Adote um Parque ganha nova fase com unidades de conservação da Caatinga

Nova etapa do programa de adoção das UCs criado por Salles terá foco em trilhas e incluirá dez áreas protegidas da Caatinga, entre elas, os parques nacionais da Chapada Diamantina e de Jericoacoara

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta