Salada Verde

Agora é oficial: a Floresta do Camboatá está protegida

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, sancionou nesta sexta-feira (10), a criação do Refúgio de Vida Silvestre do Camboatá, em Deodoro

Duda Menegassi ·
10 de dezembro de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Nesta sexta-feira (10), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), sancionou a lei nº 7.183/2021, que estabelece a criação do Refúgio de Vida Silvestre do Camboatá. Com isso, a Floresta do Camboatá, anteriormente ameaçada pela construção de um autódromo, é oficialmente uma unidade de conservação de proteção integral, ou seja, que precisa ser preservada. O refúgio possui 171,58 hectares e protege um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica de baixada do município, localizado no bairro de Deodoro, na zona oeste do Rio.

“Essa é uma vitória fundamental para toda a cidade. Temos metas de criarmos corredores verdes, principalmente na Zona Oeste da cidade. A manutenção da Floresta do Camboatá é mais um exemplo que agora há uma clara diretriz para tornar a cidade mais resiliente. Vamos incentivar as pesquisas científicas e o ecoturismo”, afirma o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere.

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica.

Leia também

Notícias
12 de novembro de 2021

Vereadores aprovam projeto que protege a Floresta do Camboatá

Por unanimidade, vereadores aprovam criação do Refúgio de Vida Silvestre da Floresta do Camboatá, no Rio de Janeiro. Projeto segue para decisão do prefeito

Salada Verde
6 de janeiro de 2021

“Não vai ter autódromo em Deodoro”, diz Eduardo Paes, prefeito do Rio

Prefeitura descarta construir novo autódromo na Floresta do Camboatá. Decisão faz parte de acordo do prefeito empossado com o Partido Verde, que o apoiou na eleição

Fotografia
21 de agosto de 2020

Galeria: As belezas da Floresta do Camboatá vista do alto

Nesta semana, ((o))eco esteve em Deodoro e fotografou, por cima, a Floresta que o empreendedor insiste em chamar de mato. Documentamos biodiversidade

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. João Carlos de Souza Carvalho diz:

    Finalmente esse corrupto faz uma medida decente para a cidade do Rio de Janeiro !


  2. Fernando Fernandez diz:

    Maravilha Duda! Que ótima notícia! Obrigado por divulgar.