Salada Verde

Amazônia registra recorde de desmatamento em janeiro

Somente nas três primeiras semanas do ano, bioma perdeu 360 km² de floresta, maior número desde 2015, segundo INPE. Mato Grosso está no topo da lista de desmatadores

Cristiane Prizibisczki ·
3 de fevereiro de 2022
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Números do sistema Deter, do Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), indicam que, somente nas três primeiras semanas de janeiro, o desmatamento na Amazônia atingiu 360 km², área maior do que a cidade de Belo Horizonte (MG).

Embora a atualização da plataforma mantida pelo INPE com avisos de desmatamento vá somente até dia 21 de janeiro, a área perdida na Amazônia até este dia já é maior do que qualquer janeiro completo desde 2015.

No ranking de estados desmatadores, o Mato Grosso ficou na primeira posição, com 118 km² desmatados. Rondônia aparece em segundo lugar, com 99 km² desmatados, seguido por Pará (52 km²), Roraima (41 km²), Amazonas (40 km²), Acre (9 km²) e Maranhão (1 km²). Tocantins e Amapá não registraram desmatamento, segundo a plataforma Terra Brasilis.

Para especialistas, os dados podem indicar um risco elevado de que 2022 se torne outro ano devastador para a Amazônia, bioma que tem registrado recordes seguidos de desmatamento desde que Jair Bolsonaro assumiu a presidência. Entre agosto de 2020 e julho de 2021, a floresta perdeu 13.235 km², maior número em 15 anos.  

  • Cristiane Prizibisczki

    Cristiane Prizibisczki é Alumni do Wolfson College – Universidade de Cambridge (Reino Unido), onde participou do Press Fellow...

Leia também

Notícias
1 de fevereiro de 2022

Ibama usou menos da metade do orçamento disponível para fiscalização em 2021

O órgão ambiental liquidou apenas 88 milhões, o equivalente a 41% do montante de 219 milhões disponíveis no orçamento de 2021 para a fiscalização ambiental

Notícias
28 de janeiro de 2022

Cientistas pedem que países europeus e China boicotem soja e carne brasileira

Em artigo, os pesquisadores denunciam a nova alta de desmatamento na Amazônia e pressionam os países a pararem de comprar soja e carne bovina brasileira

Notícias
7 de dezembro de 2021

Desmatamento está diretamente associado a baixo índice de progresso social na Amazônia

Municípios que mais desmataram no bioma Amazônico registram Índice de Progresso Social (IPS) 21% menor que o índice nacional, mostra estudo conduzido pelo Imazon

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta