Salada Verde

Greenpeace entrega Motosserra de Ouro para o presidente da Câmara

“Premiação” ocorreu na manhã desta terça-feira, em cerimônia surpresa na porta do Congresso Nacional. Lira foi agraciado por “seguir à risca a política antiambiental do governo federal”

Daniele Bragança ·
17 de agosto de 2021 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Pelos excelentes serviços prestados em favor do desmatamento, o Greenpeace “agraciou” nesta terça-feira (17) o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), com o troféu da Motosserra de Ouro. Em cerimônia bem humorada e cheia de ironias, os ativistas do Greenpeace protestaram contra as aprovações de projetos que flexibilizam a proteção de biomas, as prerrogativas constitucionais em favor do meio ambiente e colocam as terras indígenas em risco. 

Desde que Lira ganhou a presidência da Câmara dos Deputados, em fevereiro, a Câmara já aprovou, sempre em regime de urgência, o projeto de lei que transforma em exceção o Licenciamento Ambiental, a proposta que flexibiliza as regras para a regularização fundiária de terras públicas invadidas, além de avançar projetos contrários às terras indígenas, além de afirmar que irá pautar a proposta que regulamenta mineração em terras indígenas. Para o Greenpeace, esses feitos já são suficientes para agraciar o presidente da Câmara com o prêmio da Motosserra de Ouro.  

Lira não compareceu à cerimônia. 

  • Daniele Bragança

    Repórter e editora do site ((o))eco, especializada na cobertura de legislação e política ambiental.

Leia também

Notícias
22 de junho de 2021

Lira diz que vai discutir mineração em terra indígena com líderes

Em discurso após protestos de indígenas contra a proposta que acaba com a demarcação de terras indígenas, presidente da Câmara afirmou que vai pautar a regulamentação da mineração

Notícias
13 de maio de 2021

Mudança no licenciamento é aprovada e matéria vai ao Senado

Plenário rejeitou todas as emendas e o texto final do marco do licenciamento foi aprovado na íntegra. Proposta ainda pode ser modificada no Senado

Notícias
25 de junho de 2024

Entidades criticam projeto de lei que pode eliminar outorga de água na agropecuária do RS

Segundo ONG e servidores ambientais do estado, projeto pode causar descontrole no uso da água e seria inconstitucional; iniciativa é do presidente da bancada ruralista gaúcha

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.