Salada Verde

Ibama multa Vale por falhas em salvar animais

Serão R$ 100 mil por dia que mineradora terá que pagar por não realizar plano correto de salvamento de fauna silvestre e doméstica, como instalação de hospital de campanha

Sabrina Rodrigues ·
12 de fevereiro de 2019 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Vale terá que pagar uma multa diária de R$ 100 mil ao Ibama por não realizar plano de salvamento de fauna silvestre e doméstica. Foto: Ibama/Divulgação.

A mineradora Vale terá que pagar uma multa diária de R$ 100 mil ao Ibama até que ela execute um plano satisfatória de salvamento de fauna silvestre e doméstica. A multa começou a ser aplicada desde sexta-feira (08). A barragem de Brumadinho, em Minas, se rompeu na sexta-feira (25), causando a morte de 165 pessoas. De acordo com o último boletim do Corpo de Bombeiros, 160 pessoas continuam desaparecidas.

Em 26 de janeiro, o Ibama deu um prazo de 24 horas para que a mineradora iniciasse o plano de salvamento da fauna e entregasse relatórios diários com informações sobre os animais resgatados. Mas os agentes identificaram atraso na realização das obras. Além disso, os relatórios enviados pela empresa não correspondiam às exigências da autarquia federal.

O Ibama determina que a empresa tome algumas medidas como a instalação de hospital de campanha para a reabilitação dos animais resgatados e centro de triagem e abrigo.

Este é o sexto auto de infração aplicado à mineradora Vale pela catástrofe provocada pelo rompimento das barragens de rejeitos em Brumadinho, Minas Gerais.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Ibama

 

Leia Também

Lama de Brumadinho deve chegar ao rio São Francisco em até três semanas

Rompimento de barragem em Brumadinho destruiu mais de 200 hectares

“As mineradoras em Minas fazem o que bem entendem”, diz jornalista que escreveu livro sobre Mariana

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Reportagens
26 de janeiro de 2019

“As mineradoras em Minas fazem o que bem entendem”, diz jornalista que escreveu livro sobre Mariana

A jornalista Cristina Serra diz que a falta de fiscalização das barragens é proposital e tem origem nos laços entre políticos e empresários

Salada Verde
4 de fevereiro de 2019

Rompimento de barragem em Brumadinho destruiu mais de 200 hectares

Foram comparadas imagens obtidas dois dias após o rompimento com imagens de 3 e 7 dias antes da tragédia. Maioria da parte devastada era de Mata Atlântica

Notícias
28 de janeiro de 2019

Lama de Brumadinho deve chegar ao rio São Francisco em até três semanas

Relatório do serviço geológico afirma que rejeitos devem chegar à usina hidrelétrica de Três Marias, no rio São Francisco, entre os dias 15 e 20 de fevereiro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta