Salada Verde

Ministério Público Federal atuará na proteção de espécies em extinção

Instituição oficializou a criação do Grupo de Trabalho Espécies em Extinção e Biodiversidade, que terá duração de dois anos.

Daniele Bragança ·
16 de março de 2016 · 6 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Foto: Wikipédia
Um desses animais que serão tema do Grupo de Trabalho é o boto-cinza (Sotalia guianensis), ameaçado de extinção. Foto: Wikipédia.

O Ministério Público Federal acaba de criar um grupo de trabalho (GT) com foco na preservação de animais ameaçados de extinção e biodiversidade. O colegiado terá duração de dois anos e faz parte da 4ª Câmara do Ministério Público Federal, responsável pela área de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural.

Monique Cheker coordenará o grupo de trabalho, que é formado por mais três procuradoras da República: Lívia Nascimento Tinoco, Zani Cajueiro Tobias de Souza e Anelise Becker.

Criado no dia 23 de fevereiro, o grupo tem como objetivo identificar a localização e o habitat das espécies em extinção nos estados brasileiros e, a partir daí, levantar informações e dados que possam auxiliar o trabalho do MPF na proteção aos animais , além de realizar contatos e ações coordenadas com os órgãos ambientais de fiscalização. 

 

 

Leia Também

MPF tenta evitar pedalada ambiental na BR-319

Débito de Extinção: o desmatamento é uma bomba-relógio

MPF tenta evitar pedalada ambiental na BR-319

 

 

 

  • Daniele Bragança

    Repórter e editora do site ((o))eco, especializada na cobertura de legislação e política ambiental.

Leia também

Notícias
2 de outubro de 2015

MPF tenta evitar pedalada ambiental na BR-319

Sem licenciamento, Dnit realiza obras na rodovia com autorização de órgão estadual, mas vistoria do Ibama detectou danos ambientais ao longo da rodovia.

Notícias
12 de julho de 2012

Débito de Extinção: o desmatamento é uma bomba-relógio

Dezenas de espécies de animais continuarão a ser extintas na Amazônia nos próximos anos, mesmo que fosse possível parar o desmatamento hoje.

Notícias
11 de agosto de 2022

Projeto que reduz Flona de Brasília em quase 40% é aprovado no Senado

O PL 2.776/20 segue para sanção presidencial. Proposta remove 3,7 mil hectares da Flona, sob justificativa de resolver conflito com assentamentos, mas não define compensação pela área perdida

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta