Salada Verde

Ministério Público instaura processo para investigar vazamento de óleo no Rio Teles Pires

Órgão Federal realizou procedimento após vazamento que ocasionou o desabastecimento de água em várias aldeias indígenas

Sabrina Rodrigues ·
23 de novembro de 2016 · 7 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Ministério Público investiga vazamento de óleo no Rio Teles Pires. Foto: Christopher Borges/Flickr.
Ministério Público investiga vazamento de óleo no Rio Teles Pires. Foto: Christopher Borges/Flickr.

Na sexta-feira (18), o Ministério Público Federal em Mato Grosso instaurou processo para investigar o vazamento de óleo que atingiu o Rio Teles Pires, na divisa com o Estado do Pará. O vazamento foi detectado pelos índios caiabi e ocasionou o desabastecimento de água em diversas aldeias indígenas localizadas à margem do rio, prejudicando a pesca. O procurador da República Marco Antônio Ghannage Barbosa solicitou para a Coordenação de Emergências do Ibama informações sobre o caso, em caráter de urgência. O MPF solicitou ainda a abertura de inquérito policial à Superintendência de Polícia Federal de Mato Grosso para investigar a prática de crime ambiental. Segundo o Ibama, no dia 10 de novembro, a Empresa de Energia São Manoel realizou a remoção de um ensecadeira _ estrutura de pedra e terra _ para o desvio do rio, a fim de que possibilitar a construção da usina, ação que foi licenciada pelo órgão federal. O Ministério Público Federal afirmou que “Apesar de não haver ainda uma ligação direta entre a atividade e o vazamento de óleo, o acidente foi ocasionado na mesma data e no mesmo local do rio”.

Fonte original: Estadão

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Reportagens
20 de fevereiro de 2024

MP entra na Justiça após três bugios morrerem eletrocutados em Porto Alegre

Em apenas nove dias, três bugios morreram em contato com a rede elétrica. Dezoito estão sob cuidados médicos por tempo indeterminado. MPRS pede custeio do tratamento

Notícias
20 de fevereiro de 2024

Negociação entre governo e servidores ambientais tem avanços, mas segue sem acordo

Equiparação salarial com servidores da Agência Nacional de Águas ainda não foi acatada, mas governo acena com gratificações; nova reunião deve ser em meados de março

Salada Verde
19 de fevereiro de 2024

Fake news: Vídeo de extração de madeira ilegal no Pará não é recente

Circula nas redes sociais imagem de extração ilegal de madeira no Pará, só que o vídeo é de 2019. Governo Federal e Aos Fatos desmentiram publicação

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 1

  1. Muito obrigado, exatamente o que procurava!!