Salada Verde

STF condena Ibama a reflorestar Mata Atlântica em Santa Catarina

Decisão reconheceu que órgão federal agiu de forma ilegal ao autorizar o corte e o transporte de Araucária, espécie ameaçada de extinção

Sabrina Rodrigues ·
1 de novembro de 2016 · 7 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
O Ibama autorizou o corte e o transporte de Araucárias em Santa Catarina. Foto: Galante86/Flickr
O Ibama autorizou o corte e o transporte de Araucárias em Santa Catarina. Foto: Galante86/Flickr.

O Supremo Tribunal Federal (STF) condenou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a reflorestar áreas devastadas da Mata Atlântica em Santa Catarina. A decisão reconheceu que o órgão federal agiu de forma ilegal autorizando o corte e o transporte de Araucária no Estado. A extensão total e os locais do reflorestamento serão definidos pelo Judiciário. Entende-se que a recuperação florestal deva equivaler, no mínimo, ao valor total de mercado das árvores extraídas com autorizações desde 1993, pois foi a partir desse ano que entrou em vigor o Decreto nº 750, que proibia “a exploração de vegetação que tenha a função de proteger espécies da flora e fauna silvestre ameaçadas de extinção”. Em 2006, o Decreto nº 750 foi substituído pela Lei da Mata Atlântica (11.428/2006) e pelo Decreto 6.660/2008, que a regulamenta. A decisão do STF finaliza uma briga entre o Instituto SocioAmbiental (ISA) e o Ibama que durou 16 anos. A sentença transitou em julgado, não permite recurso.

Fonte original: Instituto Socioambiental

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
23 de fevereiro de 2024

Justiça Federal impõe mais de R$ 316 milhões em indenizações por desmatamento ilegal

Infrações ambientais foram identificadas pelo MPF por meio do Amazônia Protege, projeto que utiliza monitoramento por satélite para responsabilizar os atores dos desmatamentos ilegais

Notícias
23 de fevereiro de 2024

MPF no Acre arquiva denúncia da CPI das ONGs contra servidores do ICMBio

Servidores do órgão foram acusados de abusos contra moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, no Acre; para procurador, acusações são “genéricas e sem fato concreto”

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos índices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 6

  1. Wallace Trovador diz:

    Estes estados sulistas odeiam floresta em pé. Impressionante!


  2. Arthur Rodrigues diz:

    Precisamos discutir o manejo de nativas pessoal.. Essa decisão é tão boa assim mesmo???


  3. Que a legislação vigente, sirva para todos, que todos se submetam às leis, sem estas se transformarem em oportunistas, ambos os lados, inclusive os que aplicam e a fazem valer, precisam se submeter….


  4. AAI diz:

    Ótimo! Mas tinha que ter ação também em nome dos servidores que assinaram as autorizações irregulares!


  5. Fábio Maurício diz:

  6. paulo diz:

    Governo de Santa Catarina, abre o olho, voces serão os próximos.