Vídeos

BNDES poderia ter mudado o curso do desmatamento na Amazônia, mas lavou as mãos

Banco público de desenvolvimento é o maior financiador da indústria da carne brasileira, mas injetou R$ 11 bilhões em operações altamente expostas ao desmatamento sem exigir rastreabilidade completa da cadeia, prevista em norma de 2009. E diz que está tudo bem.

Marcio Isensee e Sá ·
18 de novembro de 2020 · 2 anos atrás

Leia também

Reportagens
18 de novembro de 2020

BNDES poderia ter mudado o curso do desmatamento na Amazônia, mas lavou as mãos

Banco público de desenvolvimento injetou R$ 11 bilhões em frigoríficos sem exigir rastreabilidade completa da cadeia, prevista em norma de 2009. E diz que está tudo bem

Reportagens
26 de maio de 2022

Melhorar planejamento e licenciamento reduziria impactos ferroviários à fauna

Mortandade de animais pode crescer com projetados 50 mil quilômetros de novas linhas para escoar produtos agropecuários e minerais, inclusive pela Amazônia

Salada Verde
25 de maio de 2022

CPI/PUC lança plataforma sobre os 10 anos do Código Florestal

Ferramenta concentra análises, pesquisas e dados sobre a implementação da Lei 12.651/2012 em todos os estados brasileiros

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta