Vídeos

Vídeo: Passarinhar pode salvar o mundo? Por Luciano Lima

O ornitólogo Luciano Lima explica como a observação de aves ajuda na conservação das aves, da própria natureza e, de quebra, melhora a saúde física e mental das pessoas

Daniele Bragança · Márcio Lázaro ·
28 de outubro de 2018 · 3 anos atrás
Observadores de aves mudam o mundo. Foto: Luciano Lima.

No mundo, são mais de 10 mil espécies de aves registradas. Quase 2 mil espécies podem ser encontradas no Brasil e há uma pequena multidão de observadores de aves (birdwatchers, em inglês) atrás delas. E isso é uma excelente notícia para a conservação.

Passarinhar é um hobby e seus benefícios contrastam com a simplicidade da atividade. O ato de sair com um binóculo na mão e uma câmera na outra (às vezes transformando a lente da câmera em binóculo) e registrando as descobertas em bancos de dados públicos transformou o grupo das aves no mais estudado do mundo. Mas os benefícios não param por aí. É o que explica o ornitólogo Luciano Lima, “passarinheiro” antes mesmo de pensar em se tornar cientista. Está observando aves desde os 13 anos.

Mestre em Zoologia pela Universidade de São Paulo e bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Norte Fluminense, Luciano atualmente é pesquisador do Instituto Butatan, onde atua como Coordenador Técnico do Observatório de Aves – Instituto Butantan e gestor de Sustentabilidade e Biodiversidade do Grupo Almaa.

Leia Também 

Vídeo: Como as aves voam? por Guilherme Brito

Observadores de aves contam quais espécies renderam encontros inesquecíveis

Manaus: horizonte perfeito para a observação de aves

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

  • Márcio Lázaro

    Jornalista, repórter cinematográfico, editor de vídeo e imagens, mestre em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (UFRJ).

Leia também

Reportagens
26 de março de 2014

Manaus: horizonte perfeito para a observação de aves

Município concentra mais da metade de espécies de aves encontradas na Amazônia brasileira, mas números de observadores ainda é pequeno.

Notícias
21 de novembro de 2017

Observadores de aves contam quais espécies renderam encontros inesquecíveis

Especialistas e amadores relembram situações de avistamento que ficaram na memória e celebram diversidade da avifauna do país e América do Sul

Vídeos
19 de agosto de 2018

Vídeo: Como as aves voam? por Guilherme Brito

Exuberantes, diversas e encontradas em quase todo lugar, as aves evoluíram para conseguir voar. Neste vídeo, o biólogo da UFSC explica como elas conseguem tal façanha

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Reuber diz: