Colunas

Mais que peixe fresco

No Pantanal, degradação ambiental e humana se confundem: a exploração sexual de meninos e meninas faz parte do roteiro turístico de pescadores abonados.

10 de setembro de 2004 · 20 anos atrás
  • Sérgio Abranches

    Mestre em Sociologia pela UnB e PhD em Ciência Política pela Universidade de Cornell

Se as ameaças ao ecossistema pantaneiro não forem contidas e essa forma depravada de turismo não for eliminada, em mais alguns anos, o Pantanal será mais um ponto desolado da paisagem ambiental e social do Brasil, desenhada pelo descaso brasileiro consigo mesmo e teremos perdido mais um naco de nossa dignidade e, de quebra, um dos mais belos complexos naturais do mundo.

Leia também

Reportagens
20 de junho de 2024

Da crítica ao modelo de desenvolvimento às enchentes no Rio Grande do Sul

Desde 1971, Francisco Milanez milita na Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural e dela retira a explicação para a mudança no clima que ainda vitima seu estado

Salada Verde
20 de junho de 2024

Elas chegaram: temporada de baleias-jubarte na costa brasileira

Pesquisadores brasileiros vêm acompanhando a rota migratória das jubarte para analisar os efeitos das mudanças ecossistêmicas na alimentação desses animais

Salada Verde
20 de junho de 2024

Tatu-canastra é fotografado durante o dia, em Minas Gerais

Animal de hábitos noturnos, espécie foi fotografada por Alessandro Abdala em um dia chuvoso no Parque Nacional da Serra da Canastra

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.