Colunas

No azul do Mar Vermelho

A variedade e beleza dos ecossistemas marinhos que habitam suas águas cristalinas, salgadas e quentes rendeu ao Mar Vermelho, no Oceano Índico, o apelido de o “Outro mundo de Deus”.

16 de outubro de 2008 · 16 anos atrás
Fauna e flora marinha encotradas no Mar Vermelho deslumbram por sua diversidade e cores. (Fotos: Ana Leonor)
Fauna e flora marinha encotradas no Mar Vermelho deslumbram por sua diversidade e cores. (Fotos: Ana Leonor)

O Mar Vermelho é como uma longa e estreita tira que vai do Canal Suez, ao norte, ao encontro do Oceano Índico, ao sul, através do Golfo de Aden.  Ele banha o Egito, a Jordânia, Israel, Sudão, Arábia Saudita, Eritréia e o Yemen.  Com uma área de 438 mil quilômetros quadrados é um dos mais profundos mares do mundo, chegando a 3040 metros.  A cor de sua costa contrasta com o azul cristalino das águas, irradiando o dourado das planícies arenosas.

Devido às depressões topográficas causadas pela ação vulcânica e preenchidas por salmoura, pouca chuva, e evaporações causadas pela alta temperatura, o Mar Vermelho possui uma das águais mais salgadas e quentes do mundo.  Bom para os mergulhadores e banhistas, que além de aproveitarem águas agradavelmente mornas, ainda se beneficiam do crescimento excepcional de abundante variedade de corais.  O rico ecosistema deste mar encontra competidor à altura apenas na Grande Barreira de Corais, na Austrália, ambas com centenas de espécies marinhas.

Ponto de partida

A península do Sinai, no Egito, é um dos pontos mais indicados para o mergulho pela sua beleza e preço, que é muito em conta.  Além do seu explendor, ela tem extrema importância histórica.  Foi aqui que Moisés recebeu os 10 mandamentos.   Lar de tribos de Beduínos o Sinai foi ocupado por Israel de 1967 a 1982, se abrindo para o mundo apenas recentemente.

Sua península separa o Golfo de Aqaba do Canal Suez, que encontra o Mar Mediterrâneo.  Ambos os lados do Sinai são importantes rotas marítimas, que por consequência têm uma grande quantidade de navios naufragados em seu território.

A variedade de hotéis na Península do Sinai consegue agradar a todos os gostos.
A variedade de hotéis na Península do Sinai consegue agradar a todos os gostos.
Email: [email protected]

Leia também

Salada Verde
17 de maio de 2024

Avistar celebra os 50 anos da observação de aves no Brasil

17º Encontro Brasileiro de Observação de aves acontece este final de semana na capital paulista com rica programação para todos os públicos

Reportagens
17 de maio de 2024

Tragédia sulista é também ecológica

A enxurrada tragou imóveis, equipamentos e estradas em áreas protegidas e ampliou risco de animais e plantas serem extintos

Notícias
17 de maio de 2024

Bugios seguem morrendo devido à falta de medidas de proteção da CEEE Equatorial

Local onde animais vivem sofre com as enchentes, mas isso não afeta os primatas, que vivem nos topos das árvores. Alagamento adiará implementação de medidas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.