Fotografia

Óleo sobre tela (d’água)

Uma imagem ao mesmo tempo fascinante e de tristes consequências. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Redação ((o))eco ·
22 de outubro de 2013 · 9 anos atrás

 

height=”500
Em 17 de outubro, uma mancha de óleo apareceu no Lago Paranoá, em Brasília. E ela persiste. Embora os bombeiros tenham contido a expansão do óleo, oriundo de hospital da área, ele já causou danos: parte do óleo da superfície afundou, contaminando o fundo do lago; e três animais foram afetados. Duas tartarugas e uma ave ficaram cobertos com a substância da mancha que apareceu no local. A ave morreu e as tartarugas estão sob tratamento no zoológico. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

 

 

 

 

 

 

Leia também

Reportagens
5 de dezembro de 2022

Apoio de PT a Lira representa desafio para pauta ambiental na Câmara

Para analista, deputado é o herdeiro da política da boiada de Bolsonaro; deputado petista diz que apoio não leva partido a recuar de suas posições

Reportagens
5 de dezembro de 2022

COP15 pode definir mecanismo para proteger áreas em alto mar

Bráulio Dias também avalia que o novo governo deve fazer o Brasil retomar seu protagonismo global em conservação da biodiversidade

Salada Verde
2 de dezembro de 2022

Lula afirma que deve criar “Secretaria dos Povos Originários” com status de um Ministério

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (02), o presidente eleito esclareceu que fará os anúncios dos nomes do primeiro escalão depois de ser diplomado, em 12/12

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta