Notícias

O inseto que virou praga

Reportagem no The New York Times (gratuito, pede cadastro) mostra como a ação do homem transformou em praga um minúsculo inseto que, antigamente, contribuía para o equilíbrio dos ecossistemas no Oeste dos Estados Unidos. Trata-se do besouro que se alimenta da polpa de árvores em florestas. Alterações climáticas registradas na última década em toda área indicam que as temperaturas médias anuais aumentaram. Com isso, os besouros perderam seu principal inimigo natural, o frio. Estão vivendo mais e, portanto, comendo mais árvores. Sua voracidade é tremenda. Estima-se que eles aniquilaram, nos últimos anos, de 2% a 3% da cobertura florestal dos parques nacionais norte-americanos nos estados do Oeste. No Canadá, mataram mais de 10 milhões de acres de florestas em 2003. Algumas espécies de pinheiros, pelos quais os besouros demonstram especial predileção, estão prestes a desaparecer do mapa. Seu índice de mortalidade sob o ataque dos insetos é de 100%. Deles, não sobra nem semente. A leitura, em inglês, leva 3 minutos.

Manoel Francisco Brito ·
21 de julho de 2004 · 20 anos atrás

Leia também

Salada Verde
29 de maio de 2024

Expansão da soja no leste amazônico provocou perda de R$10 bi em serviços ambientais

Desmate e aumento das áreas agrícolas têm diminuído a capacidade da floresta de oferecer benefícios à população, mostra estudo. Cifra refere-se aos últimos 36 anos

Salada Verde
29 de maio de 2024

Mais de 150 macacos morrem no México em meio ao calor extremo

Pelo menos 157 bugios já morreram desidratados apenas no mês de maio e causa provável são as altas temperaturas no país, que chegaram à sensação térmica de 52º C

Salada Verde
29 de maio de 2024

PAC injetará R$ 700 mi nos estados pantaneiros

Os investimentos podem prejudicar as cheias e as vazantes e a conservação de animais e plantas no Pantanal brasileiro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.