Notícias

Gnus perdem pastagens naturais na África

Imagens de satélite mostram impactos da agricultura mecanizada sobre vegetação natural em um período de 30 anos. Animais dependem de ecossistema para alimentação

·
2 de maio de 2011 · 10 anos atrás
Flávia Moraes

 

crédito: NASA
crédito: NASA
A NASA divulgou duas imagens de satélite que mostram a região das planícies Loita, no Quênia, nos anos de 1975 (esquerda) e 2007 (direita). É possível perceber a perda de vegetação natural devido à expansão de fazendas mecanizadas de milho na região circundante à Reserva Natural Masai Mara. A área de fazendas aumentou cerca de dez vezes, entre 1975 e 1995, e vem reduzindo as pastagens naturais das quais dependem os gnus (Connochaetes taurinus), um mamífero ungulado. Assim, soma-se aos inúmeros problemas sociais da África a questão ambiental, já que esses animais dependem das planícies e de suas pastagens para a procriação.

{iarelatednews articleid=”24740″}

Leia também

Reportagens
21 de outubro de 2021

COP26 – Brasil tentou minimizar impacto das emissões da pecuária em relatório do IPCC

País também defendeu que aumento do desmatamento não é resultado da política atual brasileira. Outros países fizeram lobby para mudar relatório climático.

Reportagens
21 de outubro de 2021

Estudo aponta diretrizes para barrar a degradação acelerada de campos e savanas

As chamadas grasslands estão ameaçadas em todo o planeta, alerta um grupo internacional de pesquisadores. Solução envolve restauração e busca de alternativas de exploração econômica sustentáveis

Notícias
21 de outubro de 2021

Até 2020 Rondônia não possuía lei para regular destinação de terras públicas

Estado tem quase 30% de seu território ocupado por terras não destinadas. Briga entre Legislativo e Executivo rondonienses dificultam formalização dos processos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta