Notícias

Desengano abre série de guias turísticos

Parque Estadual do Desengano, o mais anrtigo do Rio de Janeiro, recebe guia com suas principais trilhas, poços e cachoeiras. Ideia é incentivar o ecoturismo.

·
2 de maio de 2011 · 13 anos atrás
Embora os Parques (Nacionais ou Estaduais) tenham como prerrogativa do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) a visitação e lazer, o turismo nestes locais é ainda muito incipiente no Brasil. Para tentar contornar este quadro, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) lança nesta sexta-feira (29/04) o Guia de Trilhas do Parque Estadual do Desengano. Criada em 1970, a área protegida é dona de fauna abundante e abrange 22,4 mil hectares nos municípios de Santa Maria Madalena (onde o livro será lançado), São Fidélis e Campos.

Próximo de completar 41 anos, a unidade ganha um raio-x nas 336 páginas da edição bilíngüe, com informações sobre localização, clima, flora, fauna, geologia e hidrologia. As dicas de segurança não ficam de fora, assim como as recomendações para que o impacto dos turistas seja mínimo, quais são as empresas responsáveis por planejar a viagem e até procedimentos necessários em caso de emergência.

Basicamente, porém, a publicação mostra todos os detalhes de 19 trilhas (12 das quais estão no interior do parque, sendo o restante no entorno imediato, com forte apelo para a população local) e outros atrativos, tal poços e cachoeiras. De acordo com Marilene Ramos, presidente do Inea, o Desengano foi escolhido para abrir a série de guias de parques estaduais em função de ser o mais antigo e, ao mesmo tempo, o menos conhecido.

O destaque do livro, elaborado pelo Instituto Terra Brasil com assessoria técnica dos montanhistas Francesco Berardi e Claudia Bessa, do Centro Excursionista Brasileiro (CEB), é a trilha que leva ao ponto culminante do parque, a 1.761 metros de altitude. Recheado de belas imagens, ele é uma boa pedida para os amantes do ecoturismo e demais interessados em passar bons períodos em contato com a natureza.

{iarelatednews articleid=”6201,24951″}
 

Leia também

Salada Verde
21 de fevereiro de 2024

Exposição de fotografias do Pantanal arrecada recursos para as Brigadas Pantaneiras

A mostra “Água Pantanal Fogo” reúne 80 imagens de Lalo de Almeida e Luciano Candisani . Seis das obras vão à venda para arrecadação de fundos

Reportagens
21 de fevereiro de 2024

Sem a Fundação Zoobotânica, RS completa 10 anos sem divulgar lista de espécies ameaçadas

Sob críticas de ambientalistas e sem interessados, governo do estado insiste na concessão privada das instituições que eram coordenadas pela FZB

Notícias
21 de fevereiro de 2024

MS: lei do Pantanal entra em cena com seca histórica do Rio Paraguai

Normativa restringe atividades produtivas e protege formações naturais buscando associar desenvolvimento e conservação

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.