Notícias

Desengano abre série de guias turísticos

Parque Estadual do Desengano, o mais anrtigo do Rio de Janeiro, recebe guia com suas principais trilhas, poços e cachoeiras. Ideia é incentivar o ecoturismo.

·
2 de maio de 2011 · 11 anos atrás
Embora os Parques (Nacionais ou Estaduais) tenham como prerrogativa do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) a visitação e lazer, o turismo nestes locais é ainda muito incipiente no Brasil. Para tentar contornar este quadro, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) lança nesta sexta-feira (29/04) o Guia de Trilhas do Parque Estadual do Desengano. Criada em 1970, a área protegida é dona de fauna abundante e abrange 22,4 mil hectares nos municípios de Santa Maria Madalena (onde o livro será lançado), São Fidélis e Campos.

Próximo de completar 41 anos, a unidade ganha um raio-x nas 336 páginas da edição bilíngüe, com informações sobre localização, clima, flora, fauna, geologia e hidrologia. As dicas de segurança não ficam de fora, assim como as recomendações para que o impacto dos turistas seja mínimo, quais são as empresas responsáveis por planejar a viagem e até procedimentos necessários em caso de emergência.

Basicamente, porém, a publicação mostra todos os detalhes de 19 trilhas (12 das quais estão no interior do parque, sendo o restante no entorno imediato, com forte apelo para a população local) e outros atrativos, tal poços e cachoeiras. De acordo com Marilene Ramos, presidente do Inea, o Desengano foi escolhido para abrir a série de guias de parques estaduais em função de ser o mais antigo e, ao mesmo tempo, o menos conhecido.

O destaque do livro, elaborado pelo Instituto Terra Brasil com assessoria técnica dos montanhistas Francesco Berardi e Claudia Bessa, do Centro Excursionista Brasileiro (CEB), é a trilha que leva ao ponto culminante do parque, a 1.761 metros de altitude. Recheado de belas imagens, ele é uma boa pedida para os amantes do ecoturismo e demais interessados em passar bons períodos em contato com a natureza.

{iarelatednews articleid=”6201,24951″}
 

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta