Notícias

Mapa: Relação entre estradas e desmatamento na Amazônia

Utilizando dados sobre as estradas na Amazônia e informações sobre as taxas de desmatamento, é possível visualizar que influência da infraestrutura no avanço da destruição.

Redação ((o))eco ·
15 de maio de 2013 · 11 anos atrás

Marc Dourojeanni acaba de publicar um detalhado artigo demonstrando os perigos e as falácias que acompanham os projetos de construção de novas rodovias na Amazônia peruana. No Brasil, esta relação já é bem conhecida. Estudo conduzido por Thomas E. Lovejoy mostram que a fragmentação da floresta amazônica é a principal causa de perda de espécies nativas. Outro trabalho bastante conhecido a respeito são os modelos desenvolvidos pelo Instituto de Pesquisa Amazônicas em parceria com Daniel Nepstead do Woods Hole Research Center. Usando a BR153, a Belém-Brasília, como exemplo foi possível ver que o desmatamento e o fogo se concentram em uma faixa de 50km ao redor das rodovias na Amazônia. 

O mapa interativo abaixo foi feito pelo projeto InfoAmazônia. As fontes dos dados podem ser encontradas clicando se na legenda à direita. 


Leia mais
Multiplicação de vias entre Brasil e Peru é desnecessária

Leia também

Notícias
1 de março de 2024

Liminar interrompe corte de árvores para circuito da Stock Car, em Belo Horizonte

Adequação de ruas do entorno do Mineirão para o circuito de rua demandava o corte de 63 árvores; deputada anuncia ato público de replantio amanhã, às 9h

Reportagens
1 de março de 2024

Lebrão invade o Brasil no rastro do desmatamento

Relatório inédito aponta prejuízos nacionais de até R$ 15 bilhões anuais com espécies exóticas vindas do mundo todo

Salada Verde
1 de março de 2024

Inscrições abertas para o 1º Seminário Paranaense de Trilhas

O evento, que será realizado em Curitiba na próxima sexta-feira (8), tem como objetivo discutir os caminhos e desafios para implementação de uma Rede de Trilhas no estado

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.