Notícias

Peru: metais pesados e óleo contaminam Rio Corrientes

Para indígenas, a empresa Pluspetrol é a responsável por poluir a água com hidrocarbonetos, chumbo, cádmio e arsênico.

Giovanny Vera ·
9 de setembro de 2013 · 8 anos atrás

Derramamento de água salgada no rio Corrientes. Crédito: Direção Regional de Saúde de Loreto
Derramamento de água salgada no rio Corrientes. Crédito: Direção Regional de Saúde de Loreto

O governo do Peru declarou emergência ambiental, no dia 6 de setembro, na bacia do Rio Corrientes, no departamento amazônico de Loreto, por encontrar a presença de hidrocarbonetos e metais pesados como chumbo, cádmio e arsênico. A medida tem o objetivo de garantir o manejo sustentável da zona afetada, obrigando a realizar os trabalhos de recuperação e remediação da contaminação ambiental.

A Resolução Ministerial N° 263-2013-MINAN declara emergência ambiental por 90 dias na bacia do Rio Corrientes. Ela também aprova o Plano de Ação Imediata e de Curto Prazo para a questão e responsabiliza o Governo Regional de Loreto a atenção da emergência pelo seu cumprimento.

A norma afeta 11 comunidades nativas da bacia, entre elas Antioquia, José Olaya, Pampa Hermosa, Sauki, Valencia, Pijuayal, Belén, Sion, San José, Santa Rosa e Nueva Jerusalén.

A medida foi demandada ao Ministério de Ambiente no dia 13 de agosto deste ano pela Federação das Comunidades Nativas do Rio Corrientes (FECONACO), devido ao resultado dos relatórios do Grupo de Trabalho Ambiental que mostraram a gravidade da contaminação da bacia.

Após a monitoração ambiental no rio, o Ministério de Ambiente declarou em emergência a região devido “a níveis de riscos significativos à saúde da população por elevadas concentrações de parâmetros físicos, químicos e microbiológicos que superam os padrões” do país, como descreve o texto da resolução.

A FECONACO, em pronunciamento, indicou a empresa Pluspetrol como “responsável direto da contaminação ambiental no Corrientes”, fato comprovado pela instituição através de registros de “consecutivos derramamentos de petróleo” da empresa na região, que há 43 anos suporta a atividade petrolífera.

 

 

Saiba mais
Declaratória de Emergência Ambiental no Rio Corrientes, Loreto, Peru
Pronunciamento FECONACO exigindo declaratória de emergência ambiental

Leia também
Amazônia peruana: tecnologia promete reduzir impacto dos poços de petróleo
Vazamento nas montanhas do Equador pode ter chegado ao Peru
Peru: os riscos que corre Loreto

 

 

 

 

  • Giovanny Vera

    Giovanny Vera é apaixonado pela área socioambiental. Especializado em geojornalismo e jornalismo de dados, relata sobre a Pan-Amazônia.

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Notícias
19 de outubro de 2021

Adote um Parque ganha nova fase com unidades de conservação da Caatinga

Nova etapa do programa de adoção das UCs criado por Salles terá foco em trilhas e incluirá dez áreas protegidas da Caatinga, entre elas, os parques nacionais da Chapada Diamantina e de Jericoacoara

Notícias
18 de outubro de 2021

Websérie traz o elo entre o ser humano e a natureza do Rio de Janeiro

Personagens que possuem uma conexão especial com a paisagem natural da cidade são apresentados na websérie do documentarista e fotógrafo carioca, Rafael Duarte

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta