Notícias

Copa do Mundo das áreas protegidas: Temos um vencedor

Durante a competição, publicamos um panorama dos países participantes. Agora, imaginamos quem seria o campeão da Copa da Conservação.

Rafael Ferreira ·
18 de julho de 2014 · 7 anos atrás

No mês da Copa do Mundo, enquanto a bola rolava nos gramados dos campos Brasil afora, este blog se propôs a ver a competição de uma forma diferente: apresentamos os perfis de conservação ambiental das 32 das seleções participantes, através das suas áreas naturais protegidas. Agora que aquela competição chegou ao fim, com a merecida vitória da seleção alemã, imaginamos como seria a competição se, no lugar de jogadores de futebol, colocássemos os áreas protegidas destes países. Qual sairia vitorioso?

Saber quem conserva mais e melhor é uma proposição difícil. São muitas as formas de estabelecer a comparação e nenhuma delas dará o quadro completo ou será completamente justa. Não se trata só da área de proteção, há a qualidade das políticas de manejo de cada lugar, como as áreas são administradas e outros tantos fatores. Optamos pelo critério do percentual de áreas protegidas em relação ao território total do país, pois este era o dado disponível para comparações internacionais, publicado pelo Centro de Monitoramento de Conservação Mundial das Nações Unidas (UNEP-WCMC). Para os desempates, utilizamos os dados do Protected Planet. Os percentuais publicados pelas Nações Unidas totalizam todas as áreas protegidas dos países, sejam elas governamentais ou privadas.

Por coincidência ou não, a grande vencedora é a Alemanha, que repete a performance nos campos, com 42% de áreas protegidas. Em segundo vem a Inglaterra com 26,35%, ligeiramente à frente do Brasil, terceiro colocado, com 26,28%. A Suíça e Equador, ambos com 25% não conseguiram passar das semi-finais e quartas de final.

Veja na arte abaixo como seria a Copa do Mundo das áreas protegidas pelo critério do percentual do território total, de acordo com os dados da ONU. E se quiser saber mais sobre as unidades de conservação do Brasil, acesse o WikiParques, um site interativo dedicado aos cidadãos que querem compartilhar seus conhecimentos, explorar e debater sobre nossos Parques Nacionais e áreas protegidas.

A tabela de "jogos". Fonte: Ilustação | Clique para ampliar
A tabela de "jogos". Fonte: Ilustação | Clique para ampliar

 

 

Leia também
Copa do Mundo das áreas protegidas: Rússia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Uruguai
Copa do Mundo das áreas protegidas: Portugal
Copa do Mundo das áreas protegidas: Bélgica
Copa das áreas protegidas: França
Copa do Mundo das áreas protegidas: Equador
Copa do Mundo das áreas protegidas: Japão
Copa do Mundo das áreas protegidas: Holanda
Copa do Mundo das áreas protegidas: Costa do Marfim
Copa do Mundo das áreas protegidas: Estados Unidos
Copa do Mundo das áreas protegidas: Espanha
Copa do Mundo das áreas protegidas: Argentina
Copa do Mundo das áreas protegidas: Alemanha
Copa do Mundo das áreas protegidas: Costa Rica
Copa do Mundo das áreas protegidas: Itália
Copa do Mundo das áreas protegidas: Gana
Copa do Mundo das áreas protegidas: Coréia do Sul
Copa do Mundo das áreas protegidas: Nigéria
Copa do Mundo das áreas protegidas: Inglaterra
Copa do Mundo das áreas protegidas: Camarões
Copa do Mundo das áreas protegidas: Argélia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Bósnia e Herzegovina
Copa do Mundo das áreas protegidas: Suíça
Copa do Mundo das áreas protegidas: Colômbia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Austrália
Copa do Mundo das áreas protegidas: México
Copa do Mundo das áreas protegidas: Irã
Copa do Mundo das áreas protegidas: Honduras
Copa do Mundo das áreas protegidas: Grécia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Chile
Copa do Mundo das áreas protegidas: Croácia

 

 

 

Leia também

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Reportagens
21 de outubro de 2021

COP26 – Brasil tentou minimizar impacto das emissões da pecuária em relatório do IPCC

País também defendeu que aumento do desmatamento não é resultado da política atual brasileira. Outros países fizeram lobby para mudar relatório climático.

Reportagens
21 de outubro de 2021

Estudo aponta diretrizes para barrar a degradação acelerada de campos e savanas

As chamadas grasslands estão ameaçadas em todo o planeta, alerta um grupo internacional de pesquisadores. Solução envolve restauração e busca de alternativas de exploração econômica sustentáveis

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta