Notícias

Rio: preparativos para a caminhada pelo Clima

Escultura na praia e mobilização contra mudanças climáticas. Sociedade civil organizada chama população para marchar em prol das gerações futuras

Daniele Bragança ·
12 de setembro de 2014 · 7 anos atrás
Escultura em prol dos que ainda não nasceram. Foto: Divulgação.

Uma escultura de areia chama a atenção na Praia de Copacabana. Criada pelo artista Rogean Rodrigues, a obra destaca a figura de uma mãe e filho abraçados. Logo abaixo, a frase “Proteger o planeta é um ato de amor” indica que não é uma escultura qualquer, mas sim de uma peça de campanha em prol das gerações futuras. O Rio de Janeiro começou a receber hoje a mobilização iniciada pela Avaaz para chamar a população a participar da caminhada pelo clima Rio, um evento ligado a outros 1,5 mil que acontecerão simultaneamente em 21 de setembro pelo mundo.

A ideia é reunir a população para exigir que os governos se comprometam a adotar fontes de energia 100% limpas até 2050. A caminhada acontecerá 2 dias antes da abertura da Cúpula de Líderes pelo Clima, convocada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, que ocorrerá em Nova York. A presidente Dilma Rousseff é convidada. Ban Ki-moon, que apoia a mobilização, reservou 20 minutos na reunião nos quais serão exibidas imagens das manifestações.

“Nossos líderes colocaram os interesses econômicos de seus países à frente do futuro da humanidade por tempo demais”, afirma Michael Freitas Mohallem, diretor de campanhas da Avaaz. “Marchas similares à do Rio ocorrerão em Nova York, Berlim, Paris, Londres, Melbourne, Bogotá e Vancouver, além de mais de mil pequenos eventos de apoio.”

Gerações futuras

Intitulada “Monumento para as futuras gerações”, a escultura também conta com uma caixinha para receber cartas de quem quiser deixar uma mensagem àqueles que ainda não nasceram. Essas cartas serão guardadas pela Avaaz até 2050, quando as mensagens serão reveladas. É possível deixar sua mensagem, assinada ou anônima, até 22 de setembro.

A ação tem o apoio de Amazon Watch, SOS Mata Atlântica, Humanos Direitos, Meu Rio, entre outras organizações.

 

Serviço
Até 22 de setembro
Grátis
Praia de Copacabana, em frente ao Hotel Pestana, que fica entre Barão de Ipanema e Constante Ramos
Contato para mais informações: Nana Queiroz (61 8644-1832)

 

 

Leia Também
Mudanças do clima reduzem produção de alimentos
Cúpula do clima chega ao fim com resultados pouco ambiciosos
Relatório de mudanças do clima avalia impactos na Amazônia

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
20 de janeiro de 2022

Espécie de jararaca descoberta na Caatinga revela história evolutiva até então desconhecida

A descoberta da espécie B. jabrensis trouxe também uma revelação surpreendente: uma nova linhagem evolutiva, até então desconhecida pela ciência, dentro do gênero jararacas

Notícias
20 de janeiro de 2022

“Essa tese de que vamos abrir a cerca para o gado passar não será predominante no meu governo”, diz Lula

Em entrevista coletiva, pré-candidato do PT à presidência falou em meio ambiente urbano, pesticidas e defendeu o legado de construção de grandes hidrelétricas na Amazônia

Análises
20 de janeiro de 2022

Além do plantio: incluindo pessoas na restauração florestal

Mais importante do que “apenas” plantar árvores, é necessário conciliar a conservação ambiental com produção sustentável através da integração de paisagens e pessoas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Flávia diz:

    Excelente artigo.. bem mais aprofundado do que tenho visto em outros canais que tocam no assunto de restauração. Obrigada, Veronica.