Reportagens

Mais fumaça no ar

Especialista suspeita que atividade vulcânica na Islândia esteja entrando em fase mais intensa. Previsão é que haja muito mais cinzas no ar nos próximos 60 anos.

Redação ((o))eco ·
19 de abril de 2010 · 12 anos atrás

O site da New Scientist publicou previsões nada animadoras a quem está sendo prejudicado pelas toneladas de gases emitidos pelo vulcão islandês que entrou em erupção na semana passada. Segundo o pesquisador Thorvaldur Thordarson, da Universidade de Edimburgo, a atividade vulcânica no país aparenta seguir ciclos a cada 50 a 80 anos e seu aumento ao longo da última década sugere que estejamos entrando num período mais ativo. Ele considera que os vulcões islandeses estiveram estranhamente quietos durante a segunda metade do século XX. A julgar pelas recentes atividades vulcânicas observadas, Thordarson acredita que esta etapa mais ativa dure cerca de 60 anos, com picos entre 2030 e 2040.

Leia também

Notícias
21 de janeiro de 2022

Em discurso de pré-candidatura, Ciro Gomes defende economia de baixo carbono

Durante a Convenção Nacional do PDT, o pré-candidato diz que a pauta ambiental é um instrumento de proteção dos ecossistemas e uma oportunidade de investimento

Análises
21 de janeiro de 2022

O Agro quer seguro rural, mas precisa mesmo é do Código Florestal

Sem cumprir as leis ambientais e sofrendo com mudanças climáticas, lideranças do Agro se mobilizam para ampliar o seguro rural com dinheiro público. Rios e florestas seguem em agonia. Moro já aderiu

Reportagens
21 de janeiro de 2022

Brasil registra recorde de extremos de chuva no início do verão

Entre 1º e 31 de dezembro de 2021, a equipe técnica do Cemaden emitiu 516 alertas de risco de desastres, como deslizamentos, inundações e enxurradas, para os 1.058 municípios monitorados

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta