Reportagens

‘Não existe tema proibido’, diz Lula ao falar sobre BR-319 no Amazonas 

Projeto de restauração da estrada divide opiniões entre defensores da ligação do estado com o restante do país, pesquisadores e ambientalistas

Fabio Pontes ·
2 de setembro de 2022

O candidato do PT ao cargo de presidente da República, Luíz Inácio Lula da Silva, fez a afirmação em uma referência ao projeto de (re)pavimentação da rodovia construída nos anos 1970 (BR-319), que liga Manaus a Porto Velho (RO). Abandonada há décadas, a estrada é considerada intransitável, sobretudo nos 700 quilômetros que separam Humaitá de Manaus.

A obra é vista com preocupação entre ambientalistas e cientistas diante dos elevados impactos que pode ocasionar para uma das regiões mais bem preservadas do bioma e já ameaçada pelo avanço do desmatamento e queimadas. A região é responsável por levar o Amazonas para o quarto lugar no ranking de queimadas, segundo o sistema Prodes do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Inpe. 

Segundo o candidato à presidência, com mudanças de formato, o projeto da estrada ainda é viável. “Nós não queremos transformar o estado do Amazonas num santuário da humanidade. Moram milhões de pessoas no estado do Amazonas. Nós temos que dar a essa gente o direito de civilidade, o direito de viver bem, o direito de ir e vir. É plenamente possível você trabalhar corretamente a questão climática, trabalhar corretamente a questão ambiental e você dar a segurança necessária para que possa fazer boas estradas que possam interligar o estado do Amazonas com o restante do país”, disse Lula, em entrevista a uma rádio de Manaus na segunda-feira, 29. 

O petista afirmou ser necessário conhecer as exigências ambientais para a reconstrução da BR-319. De acordo com ele, dessa forma, é “plenamente possível” fazer a conexão rodoviária entre o Amazonas e Rondônia, e que a questão pode ser sim discutida. “O que nós não podemos é tentar achar é que existe algum tema proibido. Não existe tema proibido.”, defendeu.    

Nesta quarta, 31, o petista cumpriu agenda na cidade, onde visitou o Polo Industrial de Manaus e se reuniu com lideranças indígenas. Maior colégio eleitoral do Norte, com 1,4 milhão de eleitores, a capital do Amazonas tem importante papel no tabuleiro político regional. 

A pavimentação da BR-319 é um dos temas sensíveis entre o eleitorado manauense, e é defendida por uma parcela da população para tirar a cidade do isolamento rodoviário com o resto do país. 

A cada eleição, a recuperação da rodovia volta aos debates políticos, defendida como promessa de muitos candidatos ao governo e à Presidência. Em 2018, o então candidato e atual presidente, Jair Bolsonaro, prometia acelerar a obra, travada por conta de embates jurídicos em torno dos seus processos de licenciamento ambiental. Mas, só foi agora, em 2022, que o Ibama concedeu a licença prévia para o chamado “trecho do meio” da estrada – uma etapa do processo de licenciamento ambiental para as obras na rodovia federal, que contemplam os municípios de Beruri, Borba, Tapauá, Canutama, Manicoré e Humaitá. 

Segundo a pesquisa Ipec/Rede Amazônica divulgada em 25 de agosto, Lula lidera a preferência entre os eleitores do Amazonas na disputa para presidente. Ele tem 48% das intenções de voto, contra 35% de Bolsonaro. A pesquisa consultou 800 eleitores em 20 cidades amazonenses. Ela está registrada no TRE-AM com o número 06012/2022.          

  • Fabio Pontes

    Fabio Pontes é jornalista com atuação na Amazônia, especializado nas coberturas das questões que envolvem o bioma desde 2010.

Leia também

Salada Verde
26 de agosto de 2022

Nós não precisamos plantar soja nem criar gado na Amazônia, diz Lula em sabatina

Nos poucos minutos em que falou sobre meio ambiente durante entrevista ao Jornal Nacional, o candidato defendeu a bioeconomia, o pequeno agricultor e o agro sustentável

Notícias
29 de julho de 2022

Ibama emite licença prévia para reconstrução da BR 319, no AM

Anúncio de reconstrução ocorre no mesmo dia em que pesquisa eleitoral apresenta cenário desfavorável ao presidente. Rodovia abre caminho para desmatar parte mais preservada da floresta amazônica

Salada Verde
16 de dezembro de 2020

Governo anuncia repavimentação de trecho da BR 319

A assinatura do contrato foi realizada nesta quarta-feira (16). A obra no lote Charles não está incluída na parte mais problemática da recuperação da rodovia, que é no chamado “trecho do meio”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. SUZANA MARIA BARBERIO BOGDAN diz:

    Se havia um descaso com a manutenção dos prédios da Unesp de Rio Claro, pergunto:- Por onde andavam o reitor, e os diretores da Universidade que já sabendo da degradação da instituição não tomaram nenhuma atitude preferindo jogar a responsabilidade para outros?…