Salada Verde

Fogo abre espaço para Caatinga

Em Jequié, no interior da Bahia, árvores de grande porte ainda sobrevivem em regiões próximas ao Rio de Contas. Queimadas e desmatamento provocam mudança na paisagem.

Salada Verde ·
20 de outubro de 2009 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Fotos: Fábio Olmos
Fotos: Fábio Olmos

Quem sai de Jequié, a 365 quilômetros de Salvador (BA), pela estrada que margeia o Rio de Contas, cruza uma paisagem que lembra uma Caatinga degradada e ocupada por fazendas especializadas em gado alpinista de carne dura.  No entanto, nas cristas do vale daquele rio ainda existem remanescentes da antiga vegetação nativa, uma floresta de árvores com mais de 30 metros de altura e copa coberta por bromélias e orquídeas, onde podem ser vistas aves endêmicas da Mata Atlântica. Estas florestas, nunca estudadas cientificamente, continuam a ser destruídas por incêndios, pela retirada de madeira e para abertura de mais pastagens. E assim a Mata Atlântica dá lugar à Caatinga…

Leia também

Notícias
1 de dezembro de 2021

Amazônia acumula 73 mil focos de incêndio em 2021, segundo dados do INPE

Há menos de uma semana, Bolsonaro voltou a afirmar que “floresta úmida não pega fogo”. Número de queimadas no Pampa segue em alta

Notícias
1 de dezembro de 2021

Audiência Pública discute projeto de lei que quer municipalizar áreas de preservação em Angra dos Reis

Projeto que altera gestão da APA Tamoios é da deputada Célia Jordão, esposa do prefeito de Angra. Cerca de 40 organizações se manifestaram contrárias ao PL

Reportagens
30 de novembro de 2021

Há 8 anos na Câmara, projeto que cria uma lei para o mar ainda não tem votação à vista

Série de reportagens investiga motivos da longa tramitação do projeto de lei que institui a Política Nacional para Conservação e o Uso Sustentável do Bioma Marinho Brasileiro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta