Salada Verde

Ovos de tartaruga-de-couro prontos para eclodir

Identificado local de desova de tartarugas no Delta do Parnaíba, no Piauí. Equipe de projeto ambiental está de plantão para proteger os filhotes.

Salada Verde ·
18 de junho de 2010 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Biólogos do Tartarugas do Delta encontram ninho (foto: divulgação)
Biólogos do Tartarugas do Delta encontram ninho (foto: divulgação)
Biólogos e voluntários que formam o Tartarugas do Delta, no Delta do Parnaíba, Piauí, identificaram o local utilizado para desova de tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) – uma espécie criticamente ameaçada da fauna brasileira. A expectativa é que a eclosão do ninho ocorra entre esta sexta (18) e o dia 23 de junho. Um acampamento foi montado para monitorar o ninho. “A eclosão pode ser a qualquer momento, mas acreditamos que possivelmente seja entre domingo (20) e quarta-feira (23)”, disse a bióloga Werlanne Santana, ao repórter Francisco Brandão, do site Proparnaiba. Ela estima que esta eclosão tenha mais ou menos cem filhotes.

A tartaruga-de-couro escolheu a praia de Barra Grande, em Cajueiro da Praia, possivelmente dois meses antes da localização feita pelos biólogos. Na Praia do Sal, em Parnaíba, outro ninho foi encontrado. Antes dessas descobertas, a espécie só tinha ninhos identificados no estado do Espírito Santo.

O pessoal do Tartarugas do Delta acredita que a tartaruga deverá sair do mar outras vezes para depositar mais ovos. O grupo espera que até o mês de julho outros ninhos na costa piauiense eclodam. “Estamos monitorando o nascimento de tartarugas das cinco espécies para os próximos dias em boa parte da extensão do nosso litoral”, declarou a bióloga Kesley Paiva.

De acordo com as pegadas na areia da praia, o indivíduo mede cerca de 1,50 metros e deve pesar em torno de 300 quilos. Entre os quelônios, a tartaruga-de-couro é a maior encontrada na costa brasileira, pode atingir 2 metros e pesar 700 quilos, embora exemplares maiores já tenham sido identificados. (Celso Calheiros)

Ovos enterrados no ninho (foto: divulgação)
Ovos enterrados no ninho (foto: divulgação)

Medindo os ovos (foto: dvulgação)
Medindo os ovos (foto: dvulgação)

Leia também

Análises
29 de novembro de 2021

Compatibilizar o incompatível é solução pra quê?

Querem mudar a Lei do SNUC através de um instrumento obtuso sem suporte científico, que ignora tudo que a legislação estabelece no que concerne à proteção da nossa biodiversidade

Salada Verde
29 de novembro de 2021

ICMBio abre concurso para 171 vagas

Edital publicado nesta segunda-feira (29) oficializa o concurso para servidores do órgão ambiental, com 61 vagas para analistas e 110 de técnicos

Notícias
29 de novembro de 2021

Conama volta a debater proposta que restringe cadastro de entidades ambientalistas

As alterações propostas aumentam a burocracia e diminuem a ampla participação das entidades ambientalistas no Conama. Organizações socioambientais pedem pela rejeição do projeto

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta