Salada Verde

Agentes de fiscalização apreendem carro de Prefeitura usado em crime ambiental

Caminhonete da Prefeitura de Altamira estava dentro da Resex Verde Para Sempre. No veículo havia arma, munições, bebida alcoólica e três animais silvestres abatidos

Sabrina Rodrigues ·
27 de outubro de 2016 · 5 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
icmbio2
Apreensão. Foto: Divulgação/Ascom ICMBio.

No sábado (22), agentes de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) localizaram uma caminhonete da Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de Altamira dentro da Reserva Extrativista Verde Para Sempre, em Porto de Moz, no Pará. No veículo havia cerca de 74 munições dos calibres 20, 28 e 32, uma espingarda calibre 20, garrafas de cerveja e refrigerante e três animais silvestres abatidos, sendo eles duas pacas e um caititu. No momento da abordagem não havia ninguém no local, por isso não houve prisão. Porém, autos de infração no valor de R$ 12 mil foram lavrados em nome da prefeitura, que também irá responder a processo administrativo no âmbito do ICMBio. O crime será denunciado ao Ministério Público Federal para apuração na esfera criminal.

Fonte original: ICMBio

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta