Salada Verde

Bancada ruralista apoia indicação de Kassio Marques ao STF

Frente Parlamentar da Agropecuária soltou nota em favor da aprovação da nomeação pelo Senado Federal. Ruralistas esperam apoio nas pautas da agropecuária no Supremo 

Daniele Bragança ·
21 de outubro de 2020 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) publicou na tarde desta quarta-feira (21) uma nota em apoio a nomeação do desembargador Kassio Nunes Marques, indicado por Bolsonaro para vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. Na nota, a bancada ruralista afirma que espera do provável futuro ministro – a nomeação precisa ser confirmada pelo Senado após votação na Comissão de Constituição e Justiça e Plenário – que ele prestigie as pautas do agronegócio da corte, como “a defesa irrestrita da segurança jurídica e do direito de propriedade”, mantenha o “o marco temporal de 05/10/1988 para o reconhecimento de uma terra tradicionalmente ocupada por índios” e reforce a aplicação das regras do novo Código Florestal, aprovado em 2012. 

A nota é assinada pelo presidente da FPA, o deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS). Leia a nota na íntegra. (Daniele Bragança).

 

Leia Também 

“A bancada ruralista quer reserva de mercado de terras”, diz Adriana Ramos

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Reportagens
30 de maio de 2017

“A bancada ruralista quer reserva de mercado de terras”, diz Adriana Ramos

Coordenadora de Políticas e Direitos Socioambientais do ISA diz que ataque a áreas protegidas é prioridade do setor rural no Congresso

Notícias
14 de janeiro de 2022

Thiago de Mello, conhecido como o “poeta da floresta”, morre aos 95 anos

Poeta e jornalista amazonense cantou em prosa e verso sua luta pela preservação da maior floresta tropical do mundo

Reportagens
14 de janeiro de 2022

Venenos usados na soja seguem prejudicando a produção de frutas no Rio Grande do Sul

Agrotóxicos contra pragas resistentes ao glifosato contaminam e destroem plantios de uvas e outras economias no estado. Questão aguarda decisão judicial há mais de 1 ano

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta