Salada Verde

Girafas estão na lista de animais ameaçados de extinção

Nos últimos 30 anos a população de girafas sofreu uma redução de 40%. Entre os motivos para o declínio estão a caça ilegal e a diminuição dos habitats naturais

Sabrina Rodrigues ·
8 de dezembro de 2016 · 7 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
A população mundial de girafas sofreu uma redução de 40% nos últimos 30 anos. Foto: Martine/Flickr
A população mundial de girafas sofreu uma redução de 40% nos últimos 30 anos. Foto: Martine/Flickr

Nesta quinta-feira (8) a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) divulgou, na 13ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB COP 13), em Cancún, no México, a mais recente atualização da Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas. A informação é que a girafa passou para a categoria, que antes era de “pouco preocupante” para “vulnerável”. Isso porque a população mundial de girafas sofreu uma redução de 40% nos últimos 30 anos. Em 1985, o número era de 155 mil girafas e em 2015 passou a ser um pouco mais de 97 mil. As razões para a redução da população desses animais são a caça ilegal, a diminuição dos seus habitats naturais, a expansão da agricultura e da mineração e o aumento do conflito entre humanos e animais selvagens.

Fonte original: EBC

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
15 de abril de 2024

MMA revoga normas de Bolsonaro que dificultavam aplicação de multas ambientais

Mudanças foram publicadas no Diário Oficial nesta segunda-feira (15). Durante gestão anterior, aplicação de multas ambientais na Amazônia caiu 93%

Reportagens
15 de abril de 2024

Área de mangue bem conservado cresce 33% na APA Guapi-Mirim, na Baía de Guanabara

Proteção assegurada por unidades de conservação favoreceu regeneração natural; Atividades do Gaslub (antigo Comperj) ameaçam APA e Esec Guanabara

Reportagens
15 de abril de 2024

Destruição do Cerrado emperra mega corredor da onça-pintada

É inadiável ampliar unidades de conservação e melhor alocar a vegetação legalmente protegida para salvar espécies nativas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.