Salada Verde

Lula promete criar Ministério para os Povos Indígenas

Pré-candidato esteve presente no Acampamento Terra Livre, onde escutou as reivindicações feitas pelos indígenas e prometeu revogar o desmonte promovido por Bolsonaro

Bruna Martins ·
12 de abril de 2022
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Lula da Silva (PT), pré-candidato à presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores, declarou que, caso eleito, pretende criar um Ministério dos Povos Indígenas, com um indígena como líder. Lula esteve presente no Acampamento Terra Livre, maior movimento de reivindicações e resistência indígena, nesta manhã de terça-feira (12), em Brasília, onde escutou demandas e críticas.

A visita do petista ao acampamento contou com uma plenária, onde ele escutou as reivindicações, estruturada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) e suas organizações regionais, que podem ser lidas em sua carta aberta ao ex-presidente. As reivindicações estão divididas em 5 eixos, que consistem em: direitos territoriais – demarcação e proteção aos territórios indígenas; retomada dos espaços de participação e controle social indígena; reconstrução de políticas e instituições indígenas; interrupção da agenda anti-indígena no Congresso Federal e uma agenda ambiental.

Em seguida, Lula fez um discurso em que admite que o Partido dos Trabalhadores, em seus anos de governo, “não fez tudo que poderia ser feito” pelos povos originários, mas lamenta que o que fizeram foi desmontado pelo atual governo de Bolsonaro. Ele compromete-se, então, na construção de um Ministério para tratar das questões indígenas.

“Se a gente criou o Ministério da Igualdade Social, dos direitos humanos, o Ministério da Pesca, por que a gente não pode criar um Ministério para discutir as questões indígenas?” questiona, sendo ovacionado pela multidão. O pré-candidato disse que, se eleito, vai revogar tudo o que foi feito para prejudicar os povos indígenas. 

O encontro do pré-candidato com os indígenas pode ser visto neste vídeo:

  • Bruna Martins

    Jornalista em formação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Leia também

Análises
11 de abril de 2022

Eleições e Sustentabilidade: reflexões para uma agenda política

A variável “sustentabilidade” se demonstra marginalizada na cena política e, ao mesmo tempo, relevante para compreender boa parte dos principais problemas das sociedades modernas  

Notícias
10 de março de 2022

Em dia de Ato pela Terra, Lula afirma que se for eleito “não terá garimpo em Terras Indígenas”

Lula e Ciro foram os únicos presidenciáveis a se manifestarem sobre evento contra “pacote da destruição” e sobre aprovação na Câmara de urgência para mineração em TIs

Notícias
20 de janeiro de 2022

“Essa tese de que vamos abrir a cerca para o gado passar não será predominante no meu governo”, diz Lula

Em entrevista coletiva, pré-candidato do PT à presidência falou em meio ambiente urbano, pesticidas e defendeu o legado de construção de grandes hidrelétricas na Amazônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. epocavital diz:

    DISCORDO: é um Discurso Populísta:
    Criar Mais um Ministério,..? PODE EFETIVAR UMA ‘FUSÃO’ DOS EXISTENTES,..Ministério da Igualdade Social, dos direitos humanos, o Ministério da Pesca, por que a gente não pode criar um Ministério para discutir as questões indígenas.