Salada Verde

Operação resulta na apreensão de campos de caça no Parna do Iguaçu

A Polícia Federal e o ICMBio realizaram ação que durou sete horas, percorrendo doze quilômetros da unidade de conservação, no município de Matelândia, no Paraná

Sabrina Rodrigues ·
4 de julho de 2018 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Operação realizada pela Polícia Federal (PF) para o combate a crimes ambientais destruiu três acampamentos e nove campos de caça no Parque Nacional do Iguaçu, na região de Matelândia, no oeste do Paraná. Foto: PF/Foz do Iguaçu.

Operação realizada pela Polícia Federal (PF) para o combate a crimes ambientais destruiu três acampamentos e nove campos de caça no Parque Nacional do Iguaçu, na regiões de Matelândia, São Miguel do Iguaçu e Medianeira no Paraná. A ação foi realizada na segunda (02), com o apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Durante sete horas de patrulhamento, os agentes percorreram doze quilômetros do parque e encontraram armadilhas colocadas pelos caçadores e rações para atrair animais e matá-los. Na operação, não houve presos.

O Parque Nacional do Iguaçu abrange 14 municípios, no Paraná. Foto: PF/Foz do Iguaçu.

Só no primeiro semestre deste ano, 24 pessoas foram presas na região do Parque Nacional do Iguaçu, praticando algum tipo de crime ambiental na área. Até agora, a polícia já apreendeu 16 armas de fogo.

O Parque Nacional do Iguaçu abrange 14 municípios, entre eles Matelândia, Medianeira e São Miguel Iguaçu no Paraná. Com um território de 185.162 hectares, a área abriga grande quantidade de sítios arqueológicos. A origem da palavra Iguaçu é indígena-guarani e significa “água grande”. O Parna do Iguaçu foi incluído na “lista dos Patrimônios Naturais da Humanidade”, em Novembro de 1986 pela UNESCO. É uma das maiores reservas florestais da América do Sul e apenas a parte onde ficam as Cataratas está liberada à visitação. A unidade abriga a maior remanescente da floresta Atlântica.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Federal.

 

Assista ao vídeo de parte da operação:

Fotos da operação:

Foto: PF/Foz do Iguaçu.

 

Foto: PF/Foz do Iguaçu.

 

Foto: PF/Foz do Iguaçu.

 

Leia Também

O que é a Lei de Crimes Ambientais

Parque Nacional do Iguaçu, alvo preferido das autoridades

Jaguatirica é morta próxima ao Parque Nacional do Iguaçu

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
11 de fevereiro de 2015

Jaguatirica é morta próxima ao Parque Nacional do Iguaçu

Animal atropelado na rodovia das cataratas (BR-469) havia sido monitorado durante dois meses pelos biólogos do Projeto Carnívoros do Iguaçu.

Colunas
19 de dezembro de 2013

Parque Nacional do Iguaçu, alvo preferido das autoridades

Grupos ligados ao turismo querem manter o tráfego de veículos privados no parque e arriscar o próprio patrimônio que os sustenta.

Dicionário Ambiental
8 de maio de 2014

O que é a Lei de Crimes Ambientais

Antes dela, a proteção ao meio ambiente era um grande desafio, pois as leis eram esparsas, contraditórias e de difícil aplicação.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 3

  1. Marina Silva diz:

    Muitos países adotaram a política de atirar para matar com relação a caçadores dentro de parques. Hora do Brasil fazer o mesmo.
    Quando a PM mata marginais apanhados em flagrante ninguem reclama


  2. Paulo diz:

    Imaginem, o deputado Valdestruir C. querendo liberar a matança/caça . Insanidade.


  3. fui. diz:

    Estes incêndios dos filmes são crimes ambientais,