Notícias

Jaguatirica é morta próxima ao Parque Nacional do Iguaçu

Animal atropelado na rodovia das cataratas (BR-469) havia sido monitorado durante dois meses pelos biólogos do Projeto Carnívoros do Iguaçu.

Redação ((o))eco ·
11 de fevereiro de 2015 · 7 anos atrás

A fêmea adulta morreu atropelada nesta manhã. Foto:  Lucas Dagostin e Marcos Moreira/Carnívoros do Iguaçu/Facebook.
A fêmea adulta morreu atropelada nesta manhã. Foto: Lucas Dagostin e Marcos Moreira/Carnívoros do Iguaçu/Facebook.

Uma Jaguatirica (Leopardus pardalis) fêmea foi atropelada na manhã desta quarta-feira (11) na Rodovia das Cataratas, a BR 469, num trecho situado fora do Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, Paraná. O animal foi encontrado às 8h da manhã pela polícia ambiental. Não há informações sobre quem o atropelou.

O felino é o mesmo que foi capturado dentro do Parque Nacional pelos biólogos do projeto Carnívoros do Iguaçu. Após a captura, ocorrida em agosto de 2014, o animal começou a ser monitorado. Entre setembro e outubro os pesquisares conseguiram acompanhar os passos da fêmea, batizada de Jaborandi. Mas depois, o colar parou de funcionar. No momento da sua morte, o felino ainda portava o colar colocado pelos pesquisadores.

De acordo com o G1, a jaguatirica foi levada para a unidade de conservação para ser congelada e estudada pelos biólogos do projeto.

 

 

Leia Também
Atropelamento de fauna: desastre ambiental fácil de evitar
Iguaçu: onça atropelada perto do lado Argentino, Brasil muda regras   
Gato-mourisco é atropelado e morre na Rodovia das Cataratas

 

 

 

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.