Salada Verde

Pesticida faz pássaros perderem senso de direção, mostra pesquisa

Estudo demonstra que os danos causados pelos neonicotinóides vão além dos insetos, impactando no caminho das aves e na sua perda de peso

Sabrina Rodrigues ·
29 de novembro de 2017 · 4 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
A pesquisa analisou os efeitos do neonicotinóide Imidacloprida nos pardais de coroa branca (Zonotrichia leucophrys). Foto: Ed Dunens/Flickr.
A pesquisa analisou os efeitos do neonicotinóide Imidacloprida nos pardais de coroa branca (Zonotrichia leucophrys). Foto: Ed Dunens/Flickr.

As aves migratórias estão sofrendo uma perda de peso e de senso de direção. O responsável por tudo isso é o inseticida mais utilizado do mundo, segundo uma pesquisa publicada, neste mês, pela revista Scientific Reports. O estudo Imidacloprid and chlorpyrifos insecticides impair migratory ability in a seed-eating songbird sinaliza que os neonicotinóides podem prejudicar os pássaros e a sua migração.

O estudo avaliou os efeitos de dois pesticidas num grupo específico de aves. Os pesquisadores observaram a espécie Zonotrichia leucophrys, o Pardal de coroa branca, e analisaram quais impactos um neonicotinóide (Imidacloprida) e um organofosforado (Clorpirifós) possuem na orientação, atividade e massa corporal dessa espécie de ave que migram do sul os EUA e México para o norte do Canadá no verão. Feita a comparação, a pesquisa concluiu que as aves expostas ao Imidacloprida mostraram sinais agudos de toxicidade, com mudança significativa de massa corporal.

Os neonicotinóides são uma classe de inseticidas derivados da nicotina. A Imidacloprida, por exemplo, é o pesticida da família química dos neonicotinóides mais usado do mercado. Três neonicotinoides foram proibidos de serem utilizados em culturas florestais na União Europeia em 2013, devido a riscos para abelhas e outros polinizadores. No Canadá, uma proposta para eliminar a Imidacloprida está atualmente sob consulta, e outros neonicotinóides estão sob revisão especial. Os regulamentos de Imidacloprida também estão em revisão na Europa e nos Estados Unidos.

Saiba Mais
Imidacloprid and chlorpyrifos insecticides impair migratory ability in a seed-eating songbird

Leia Também

Agrotóxico mata milhares de abelhas no interior de São Paulo

Campanha mundial para a proteção das abelhas

Europa suspende uso de pesticidas nocivos às abelhas

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
2 de maio de 2013

Europa suspende uso de pesticidas nocivos às abelhas

Comissão Europeia proíbe por 2 anos o uso de 3 agrotóxicos apontados como responsáveis pelo desaparecimento dos polinizadores.

Salada Verde
11 de janeiro de 2011

Campanha mundial para a proteção das abelhas

Organização quer recolher 1 milhão de assinaturas para entregar petição a União Europeia contra pesticida feito à base de nicotina, que seria responsável pela morte das polinizadoras

Notícias
19 de fevereiro de 2014

Agrotóxico mata milhares de abelhas no interior de São Paulo

As substâncias foram encontrados nos insetos mortos. Mortandade de colméias em Gavião Peixoto chamou a atenção das autoridades.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta