Salada Verde

PM de São Paulo assume a superintendência do Ibama no Mato Grosso do Sul

Sob críticas do ex-superintendente, que foi exonerado na terça e acusou Salles de lotear os cargos entre PMs paulistas, assume o Tenente-Coronel, Carlos Guandalim

Duda Menegassi ·
24 de fevereiro de 2021 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Conforme o coronel Marchetti, agora ex-superintendente, havia dito quando saiu da chefia do Ibama do Mato Grosso do Sul, entrou no posto um Policial Militar de São Paulo — o Tenente-Coronel aposentado Carlos de Oliveira Guandalim. A predileção do ministro Ricardo Salles por colocar PMs paulistas em posições de comando nos órgãos ambientais não é novidade para ninguém, mas causou indignação em Marchetti que, diante de sua exoneração, disparou em entrevista: “O que está acontecendo é uma coisa sórdida. É uma pena porque vai mandar para o meio ambiente uma pessoa que nunca pisou aqui. Eu estou no Estado há 30 anos”.

O Tenente-Coronel da PM que assume a Superintendência do Ibama no estado não apenas não possui experiência no Mato Grosso do Sul, como tampouco possui na área ambiental. O currículo de Guandalim traz apenas prática no tema de segurança pública.

 

Leia também

Coronel é exonerado de superintendência do Ibama e critica gestão de Salles

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica.

Leia também

Salada Verde
23 de fevereiro de 2021

Coronel é exonerado de superintendência do Ibama e critica gestão de Salles

O coronel do Exército Luiz Marchetti foi exonerado nesta terça do posto de superintendente do Ibama em Mato Grosso do Sul e acusou Salles de querer por PM de São Paulo em seu lugar

Notícias
23 de maio de 2024

Governo finaliza processo de concessão do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

Concessão tem prazo de 30 anos e é voltada para prestação de serviços públicos de apoio aos serviços turísticos da unidade. Valor inicial dos ingressos será de R$ 30

Notícias
22 de maio de 2024

Desmatamento na Mata Atlântica caiu 27% em 2023, mas encraves em outros biomas preocupam

Segundo dados da SOS Mata Atlântica, desmatamento em florestas maduras foi de 14.697 hectares; derrubadas em encraves no Cerrado e na Caatinga superou 69 mil hectares

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 1

  1. Jos Maria diz:

    Esse país está um fossa séptica!