Notícias

Bicicleta elétrica auto-regenerativa

A bicicleta elétrica da Sanyo, que recicla a energia nas freadas e descidas, indica como podemos aumentar a nossa eficiência energética.

Redação ((o))eco ·
7 de janeiro de 2010 · 12 anos atrás


Eduardo Pegurier

A Eneloop Bike, um modelo de bicicleta híbrida produzida pela Sanyo acaba de ganhar o prêmio de Eco-design da CES Awards. A CES (Consumer Eletronics Show) é uma feira que acontece todos os anos, onde os principais fabricantes de eletrônicos do mundo mostram suas novidades.

Eneloop é a marca da Sanyo para sua linha de produtos que procura reciclar energia, que também conta com um gerador solar portátil e vários acessórios que podem ser recarregados por ele. A bicicleta vencedora é híbrida. Você pode movê-la pedalando, usando o seu motor elétrico ou utilizando as duas coisas ao mesmo tempo. Nesse caso, o motor elétrico tem um modo em que apenas complementa a energia que o ciclista gera pedalando. Assim, ao subir uma ladeira o motor entra de forma a fazer com que o esforço continue confortável. Nos momentos em que se freia ou simplesmente a roda gira solta, um sistema regenerativo utiliza essa energia para recarregar a bateria da bicicleta. Usada assim, o alcance da bicicleta é de 100 km. Na moleza. Só o preço é duro: 2300 dólares. No Brasil, onde graças à nossa alfândega tecnologia barata não entra, aposto que sairá o dobro ou o triplo.

Além de o produto em si ser atraente, mostra que ainda estamos muito longe da fronteira da eficiência energética. O casamento da informática com veículos de todo tipo, eletrodomésticos, iluminação e tudo o mais que usar energia fará com que nossa capacidade de espremer todo o suquinho de cada fonte aumente muito.

Leia também

Notícias
20 de maio de 2022

Alto custo é principal barreira para visitação de parques

De acordo com estudo, alto custo da viagem, distância e falta de informações disponíveis são os principais obstáculos para visitação de parques naturais

Notícias
20 de maio de 2022

Presidenciáveis recebem plano para reverter boiadas ambientais de Bolsonaro

Estratégia ‘Brasil 2045’ propõe medidas para reconstruir política ambiental brasileira e fazer país retomar posição de liderança global em meio ambiente

Análises
20 de maio de 2022

O dilema de Koniam-Bebê

Ocupação indígena no Parque Estadual Cunhambebe realimenta falsa dicotomia entre unidades de conservação e territórios indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Cássio Garcez diz:

    Brilhante análise, Beto. Parabéns e obrigado por ela.