Notícias

A rota do furacão Isaac vista do espaço

Estima-se que o furacão Isaac tenha causado 3 bilhões de dólares em danos e mais de 40 mortes. Veja sua trajetória em imagens de satélite.

Redação ((o))eco ·
3 de setembro de 2012 · 9 anos atrás

O furacão Isaac foi o nono ciclone tropical a receber um nome próprio na temporada 2012 de furacões no Oceano Atlântico. Do dia 21 de setembro até 1 de setembro, quando se dissipou sobre estado norte-americano de Missouri, o Isaac causou danos estimados em 3 bilhões de dólares, causando a morte de mais pessoas que todas as outras tempestades tropicais e furacões que o precederam em 2012. Seu rastro de destruição passou pelas Ilhas Leeward, Porto Rico, Ilha de São Domingos, Cuba, Bahamas e o Sul dos EUA, onde os efeitos da tragédia do furacão Katrina em 2005 ainda fazem parte do dia a dia da pupulação da Louisiana.

Nas imagens a seguir, divulgadas pelo Observatório da Terra da NASA, podemos observar a evolução do Isaac, além de uma comparação com o furacão Katrina.


Esta imagem de 22 de agosto mostra a tempestade tropical Isaac sobre as Pequenas Antilhas, e a recém-formada depressão tropical 10 vindo em seu encalço no meio do oceano Atlântico. Crédito: Projeto NASA/NOAA GOES


Um satélite da NASA passou sobre a tempestade tropical Isaac no dia 24 de agosto. Ela continuava a se mover rapidamente pelo leste do mar do Caribe. Crédito: NASA Goddard MODIS Rapid Response Team


No dia 26 de agosto a tempestade tropical Isaac já estava sobre Cuba e o estado norte-americano da Flórida. Crédito: NASA Goddard MODIS Rapid Response Team


Esta imagem em 3D do dia 28 de agosto mostra algumas áreas de intensa precipitação próximas do olho da tempestade tropical Isaac. Algumas dessas áreas chegavam mais de 17 quilômetros de altitude, e o volume de chuva chegou a 70 mm por hora em alguns pontos. Crédito: SSAI/NASA, Hal Pierce


Na madrugada do dia 29 de agosto um satélite da NASA capturou esta imagem noturna da tempestade tropical Isaac, com as núvens iluminadas pela luz da lua. O Isaac havia chegado na costa como um furacão de categoria 1.


Nesta imagem, do dia 29 de agosto, o Isaac já avançava sobre a costa do estado norte-americano da Louisiana. Crédito: NASA Goddard/MODIS Rapid Response Team


Nesta imagem em 3D é feita uma comparação entre o Isaac e o Katrina. O Katrina, na direita, aparece bastante simétrico, com um olho bem definido. O Isaac, na esquerda, não apresenta uma simetria tão grande, com braços se formando em uma espiral e sem um olho definido. Crédito: SSAI/NASA, Hal Pierce


Nesta imagem do dia 31 de agosto, a tempestade tropical Isaac já se move sobre o vale do rio Mississippi. No meio do oceano Atlântico podem ser vistos o furacão Kirk e a tempestade tropical Leslie. Crédito: Projeto NASA GOES

Leia também

Notícias
29 de abril de 2012

A terrível beleza das tempestades de areia

Vistas do espaço, as tempestades de areia são fenômenos de grande beleza, mas ser atingido por uma é algo bastante assustador.

Notícias
27 de maio de 2012

Quando se olha do espaço, onde há fumaça, há fogo

Relâmpagos, queimadas, pontas de cigarro ou balões. Muitas são as causas dos incêndios florestais. Do espaço podemos ver todos.

Notícias
10 de junho de 2012

A fúria dos vulcões vistos do espaço

A erupção de um vulcão é um perigo para quem está perto dele, mas as cinzas e gases expelidos causam transtornos que podem afetar o clima do planeta.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta