Notícias

Gato-mourisco é atropelado e morre na Rodovia das Cataratas

Veículo estava em alta velocidade e não foi identificado. Animal morreu na hora e foi levado para o centro de pesquisas no Parque do Iguaçu

Daniele Bragança ·
30 de abril de 2013 · 9 anos atrás
Acima, o biólogo Alexandre Vogliotti, do Projeto Carnívoro do Iguaçu e uma mulher, que se identificou como veterinária, examinam o gato-mourisco. Foto: Adilson Borges/ICMBio.

Um gato-mourisco adulto foi encontrado morto na Rodovia das Cataratas, em Foz do Iguaçu. O animal foi atropelado por um veículo em alta velocidade, que não foi identificado. Segundo descrição de testemunhas, o motorista estava ultrapassando pela terceira faixa da rodovia quando bateu no animal, que morreu na hora.

O gato foi encaminhado ao Parque Nacional do Iguaçu, onde também funciona o projeto Carnívoros do Iguaçu. Os técnicos coletaram amostras para compor o banco de dados do projeto. O encaminhamento do bicho para o projeto aconteceu porque um dos técnicos estava passando pela estrada quando viu a equipe da Polícia Ambiental parada e resolveu ajudar. O animal já estava morto. O Carnívoros só monitora animais que estão dentro dos limites do Parque Nacional do Iguaçu.

De acordo com os técnicos, o gato-mourisco (Puma yagouaroundi) atropelado é um macho adulto, que pesava 6,3 kg. De hábitos diurnos, o Puma yagouaroundi está ameaçado de extinção.

O projeto Carnívoros do Iguaçu é um projeto institucional do Parque em parceria com o Centro Nacional de Pesquisa para Conservação dos Predadores Naturais – CENAP/ICMBio, que visa o estudo da onça-pintada (Panthera onca) no Parque Nacional do Iguaçu.

Foto: Adilson Borges/ICMBio.

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Salada Verde
3 de dezembro de 2021

Paraná pretende reativar trecho brasileiro de trilha histórica que liga o Atlântico ao Pacífico

Chamada de Caminhos do Peabiru, trilha tem 1.550 no trecho paranaense, que vai de Paranaguá a Guaíra. Caminho era usado por incas e guaranis, antes da colonização

Notícias
3 de dezembro de 2021

Amapá vende terras públicas invadidas a R$ 46 o hectare

Estado possui mais de 2,5 milhões de hectares de áreas ainda não destinadas. Cerca de 50% deste total é classificado como de importância biológica extremamente alta

Reportagens
3 de dezembro de 2021

Novo Código de Mineração propõe aprovação automática de milhares de processos parados na ANM

Proposta pode afetar mais de 90 mil requerimentos que aguardam aprovações técnicas e ambientais; medida ainda interfere na criação de unidades de conservação e dificulta demarcação de terras indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta