Notícias

O impacto das atividades humanas sobre os oceanos

Aproximadamente 72% da superfície terrestre é coberta pelos oceanos, mas os seres humanos não não os preservam adequadamente. Veja onde o impacto é mais crítico.

Paulo André Vieira ·
5 de novembro de 2013 · 10 anos atrás

Pacífico. Atlântico. Índico. Antártico. Ártico. Aproximadamente 72% da superfície terrestre é coberta pelos oceanos, que são capazes de influenciar mais do que aqueles que vivem ao longo de suas costas. Estima-se que 50% de todas as espécies da Terra dependem dos oceanos de alguma forma ou de outra para sua subsistência. Infelizmente os seres humanos não costumam demonstrar muita vontade de preservar esta parte tão importante de nosso planeta.

Um relatório divulgado em fevereiro de 2008 constatou que 40% dos oceanos do mundo são fortemente impactadas por atividades humanas, como a pesca excessiva e a poluição. 17 diferentes atividades humanas foram examinadas no relatório, desde a navegação comercial até atividades indiretas, como mudanças na temperatura da superfície do mar, radiação UV e a acidificação dos oceanos.

O mapa abaixo foi criado a partir de dados compilados neste relatório publicado na revista Science. Trata-se de um mapa global do impacto humano nos ecossistemas marinhos. Os pesquisadores apontam que nenhuma parte de nenhum oceano está livre da influência humana, apesar de existirem grandes áreas que têm relativamente pouco impacto humano, especialmente perto dos pólos.

As áreas onde os humanos tiveram o pior impacto incluem a costa leste da América do Norte, o Mar do Norte, os mares que banham a China, o Mar do Caribe, o Mar Mediterrâneo, o Mar Vermelho, o Golfo Pérsico, o Mar de Bering e o Oceano Pacífico ocidental. Áreas pintadas de vermelho têm um alto impacto humano e áreas azuis têm um impacto humano muito baixo. O estudo também analisou 20 ecossistemas marinhos para determinar o impacto das influências humanas. Os ecossistemas que estão mais ameaçados são os recifes de coral, os bancos de algas marinhas e os manguezais.

Veja abaixo o mapa completo e alguns detalhes da costa brasileira e das regiões mais impactadas pelo homem.

O mapa completo com os impactos das atividades humanas sobre os oceanos. Os pontos vermelhos são os mais afetados

Os impactos das atividades humanas no litoral do Brasil

A costa da China é uma das regiões mais impactadas pelas atividades humanas

A situação na Europa, em especial no Mar do Norte, é preocupante

 

Leia também
Dia mundial dos oceanos: Nos vemos em 2015
O Homem e o Mar: desafios da conservação dos oceanos
Tecnologia contra a acidificação dos oceanos
Uma tragédia do tamanho do mar

  • Paulo André Vieira

    Produtor Editorial formado pela UFRJ, atua em ((o))eco desde 2007 escrevendo sobre geojornalismo e cuidando da edição e gestão do site.

Leia também

Salada Verde
26 de fevereiro de 2024

Com apoio internacional, Brasil pretende investir R$ 27 bilhões na transição ecológica

Iniciativa visa captar recursos estrangeiros e garantir proteção cambial a projetos privados voltados para a transformação energética e ecológica no Brasil

Notícias
26 de fevereiro de 2024

Associação de servidores ambientais do Acre pede apoio de parlamentares do estado

Asibama-AC enviou ofício a deputados federais e senadores acreanos solicitando apoio público à mobilização pela reestruturação da carreira e demais demandas da categoria

Análises
26 de fevereiro de 2024

A “descupinização” do licenciamento ambiental paulista

Temer a municipalização do licenciamento de atividades de alto impacto ambiental é condenar o município sem dar a chance de ele provar sua capacidade técnica

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 4

  1. stella diz:

    ou as referências bibliográficas utilizadas nesse artigo.
    Tenho iniciado alguns estudos sobre esse tema e busco referências relacionadas, relatórios técnicos e artigos científicos.
    Se puder disponibilizar, super agradeço.
    Obg.


  2. Stella diz:

    olá, gostaria de saber se vocês podem disponibilizar o estudo original -ou o link dele.
    obrigada.


    1. Daniele Bragança diz:

      Cara Stella, o link para o estudo está aqui: http://science.sciencemag.org/content/319/5865/94

      Bons estudos!